F L X G

Relatos de Parto

Relato de Parto Natally + Victor = Heitor

Parto domiciliar natural após parto normal hospitalar

Para falar da chegada do Heitor, eu preciso falar rapidamente do parto do meu primeiro filho Davi.

Sempre soube que quando engravidasse optaria pelo parto normal. Realmente tive um parto “normal” hospitalar, porém com intervenções desnecessárias (ocitocina, episiotomia, manobra de Kristeller e em posição ginecológica).
Namaskar Yoga - Relato De Parto Natally
Para mim foi um parto traumático, não era o que eu idealizava, mas a falta de informação me levou a tudo isso. Ainda na maternidade, já sabia que o próximo seria diferente.

Quando engravidei do Heitor comecei a busca por um parto humanizado. Eu já tinha pra mim que queria um parto domiciliar, mas como iria fazer para convencer o marido???

Algumas conhecidas já haviam me falado da Adriana Vieira, da Namaskar Yoga, então decidi que era a hora de conhecê-la. Participei da Roda de Mães...e naquele dia teve 4 relatos de parto, mas teve um relato de um parto domiciliar após um normal hospitalar, no qual me identifiquei muito.

Esperei todo mundo ir embora e então fui conversar com a Adriana. Contei do meu primeiro parto e da minha vontade de ter um Parto Domiciliar. Enfim, sai de lá esperançosa, porém teria que mudar algumas coisas, começando pelo médico.

Tudo foi se encaixando, meu marido começou a ir comigo na roda de mães e quando menos esperava já pensávamos da mesma forma. Mudei de médica e conheci a querida Dra. Izilda a qual me ajudaria a realizar meu sonho.
O GRANDE DIA



Era dia 3 de Dezembro, uma quarta-feira, chegamos em casa: eu, meu marido e meu filho, da festinha de aniversário de um priminho. Meu filho insistiu que queria dormir comigo, então despachei o marido e dormimos eu e meu filho agarradinhos.

Em uma das milhares idas ao banheiro durante a noite, percebi que meu short estava completamente molhado.Fui ao banheiro e quando me limpei, ali estava ele, o tampão! Olhei no relógio e eram 4:00h.

A bolsa havia rompido, porém escoava aos poucos pelas minhas pernas. Liguei para Dra. Izilda e a comuniquei do ocorrido, ela pediu para que eu á avisasse quando iniciasse as cólicas.

Acordei meu marido e pedi para que ele se deitasse com o nosso filho na nossa cama e avisei que a bolsa havia rompido. Fui até a cozinha, tomei um copo de leite e liguei para minha mãe que estava encarregada de cuidar do meu filho. Em seguida fui pra sala e liguei a TV, como não havia nada de interessante, forrei o sofá com toalhas e adormeci.

Acordei as 7:21h com a Dra. Izilda me ligando, perguntando como eu estava, disse que havia dormindo e ainda não sentia nada. Resolvi mandar uma mensagem para a Adriana, minha doula, avisando que a bolsa havia rompido as 4:00h, mas que ainda não sentia nada.
Meu marido e meu filho acordaram e foram fazer café. Às 8:01 senti uma leve cólica. Avisei meu marido e ele e meu filho foram comprar pão. Logo depois senti uma cólica muito mais forte e resolvi ir tomar um banho. Liguei o chuveiro...e veio outra cólica muito mais muito mais forte, naquele momento percebi que não sairia mais dali. Peguei o celular e liguei para minha mãe vir buscar meu filho, em seguida liguei para o marido e pedi para ele voltar correndo da padaria.
Stacks Image 10412
E as dores foram se intensificando a cada segundo. Mandei uma mensagem para Adriana e outra Para Dra. Avisando que as contrações haviam começado e já estava bem intenso.

Estava sendo tudo muito rápido, as contrações praticamente não tinham intervalos e percebi que sim, já estava muito perto do meu bebe nascer. Às 8:13 liguei pra Adriana para ela vir logo e eu já falava pausadamente. Já não conseguia quase falar e mandei uma mensagem para Dra. Falando que já não havia intervalos.

Logo meu marido e minha mãe chegaram, pedi para que minha mãe levasse logo meu filho para casa dela e pedi para que meu marido ficasse ali comigo. Meu marido perguntou se eu queria tomar café da manhã, e eu respondi: liga de novo pra elas, pedindo pra que elas viessem logo!

Ele pegou o celular para ligar e disse pra mim que assim uma delas chegasse, ele iria no supermercado comprar algo para o almoço. Olhei pra e ele disse que na hora do almoço o filho dele já teria nascido faz tempo.

Ainda não havia caído a ficha dele que eu já estava no expulsivo e logo nosso bebe chegaria. Então ele disse: vou montar a piscina e novamente olhei pra ele e falei: não da tempo! Um pouco perdido por estar acontecendo tudo tão rápido ele me perguntou, o que eu faço então?

Pedi para que ele ficasse ali do meu lado e que não saísse de lá. As dores eram fortes e resolvi ir para a posição de 4 apoios com a água caindo na minha lombar, o que aliviou muito.

Meu marido agachou do meu lado, pegou o relógio na mão e disse: vamos lá Natty, me fala quando começar e terminar a contração. Olhei pra ele mais uma vez e disse: elas não param. Acho que foi quando a ficha dele começou a cair. Logo veio a vontade de fazer força, e avisei meu marido que começaria a fazer. Ele me perguntou se eu estava com medo, respondi que não e falei: Deus sabe o que faz, vai dar tudo certo!

Comecei a fazer força e pedi para que ele ficasse atento caso ninguém chegasse a tempo ele teria que pegar nosso bebe. Após 3 ou 4 forças a Adriana chegou e bateu aquela sensação de alívio. Ela se agachou do meu lado, falou que estava tudo bem e que se nascesse estávamos todos preparados. Ela começou a massagear a minha lombar, aliviando um pouco as dores.

Stacks Image 10417
Logo em seguida a Dra. chegou, enfim estávamos todos ali, meu bebe podia nascer! Eu estava muito tranquila e totalmente voltada para o meu interior. Todos ali me apoiavam com palavras de incentivo. E eu e meu bebe trabalhávamos juntos para que o milagre da vida acontecesse.

Logo que a Dra. Izilda me posicionou de forma adequada no box, para ter uma visão melhor, já veio a grande noticia: ta coroando!!...foi uma euforia só, meu marido praticamente deitado no chão do banheiro pra assistir e me incentivar, assim como a Adriana, dando o maior apoio.

Após algumas contrações e ao som de vai natty, vamos mamãe, vamos guerreira....eu escuto: ohhhhh vai nascer e logo em seguida: nasceu com a mãozinha no rostinho...e de repente aquele alívio e em seguida um resmunguinho, às 9:08 da manhã.

Virei-me rapidamente e sentei no chão, e meu príncipe veio direto para os meus braços!

Foi tudo muito RÁPIDO e muito INTENSO!

Fiquei em estase olhando aquele rostinho, aquela boquinha vermelha. E ali ficamos eu, ele e meu marido, namorando a cria!

Esperamos o cordão umbilical parar de pulsar e meu marido fez a honra de cortar. Assim que ele cortou o Heitor deu um choro forte,...agora ele estava por conta própria.

Logo senti um desconforto e em menos de 10 minutos, eis que sai a placenta! Entreguei meu bebe para meu marido para que o pediatra o avaliasse. Sentei no banquinho de cócoras e tomei um belo de um banho, mas ainda em estado de choque!
Fui para minha cama e a Dra. me examinou, sem nenhuma laceração! Meu marido me preparou um lanche que devorei rapidamente. Em seguida meu príncipe voltou para os meus braços com uma vontade louca de mamar.

E ali ficamos todos juntinhos.

Serei eternamente grata a todos que acreditaram e me ajudaram a realizar esse sonho! Meu marido Victor, minha mãe Zuleika, minha doula Adriana Vieira e minha médica Dra. Izilda meu MUITO OBRIGADO!
Stacks Image 10423