Ioga pré-natal e gravidez: força, equilíbrio, auto conhecimento e contato com o bebê

A maioria das gestantes já sabe que para ter uma gravidez saudável é necessário ter também um equilíbrio emocional e menos stress! Por isso,muitas procuram o ioga pré-natal, que além de dar um preparo psicofísico, fortalece ainda o períneo, assoalho pélvico e toda musculatura que vai segurar o peso do bebê. O ioga também traz auto conhecimento através dos ásanas (posturas psico-físicas) e dos pranayamas (exercícios respiratórios).

Yoga significa União, e essa união deve se dar entre nosso corpo, nossa mente, nossa alma!Uma mãe mais consciente e tranquila gera um bebê mais seguro, saudável e tranquilo também! 

Aula de yoga pré-natal na Namaskar Yoga - fevereiro 2015

image
image

As aulas de Yoga Pré-Natal são SIM diferentes das aulas de Yoga para “não gestantes”!

E não poderiam ser iguais, pois esse momento da vida da mulher

é muito especial e há um enxurrada hormonal

que diferencia esse, de qualquer outro período de nossa vida!

Então, essa ideia de que “gravidez não é doença”,  realmente procede, mas é sim uma momento diferente dos demais e bem especial.


Nos primeiros 3 meses iniciais da gravidez,

em que o óvulo fecundado está se fixando na parede do útero para que o processo da gravidez continue ocorrendo, não é aconselhável que a mulher faça uso extremo de sua força muscular!

Fotos: aluna Rafaela La Scala Teixeira, que aguardo o Davi

image


Então, mesmo que você pratique um outro exercicio durante a gravidez, não exagere!!! Ao se esforçar demais, os vasos sanguíneos se contraem e o sangue tem mais dificuldade de levar o oxigênio ao feto…por isso…maneire!

Se quiser praticar exercícios nessa época, use o bom senso e escolha práticas moderadas, que deixem você mais revigorada do que estafada!

O corpo físico pede mesmo um descanso maior nesse período para que todo o processo das mudanças físicas e psíquicas possam acontecer e para que o óvulo realmente se mantenha fixo!

As aulas de Yoga Pré-Natal são elaboradas levando em conta todas As aulas têm 3 pontos principais:

1- Posturas que equilibram (física e mentalmente), pois o eixo de equilíbrio do corpo da gestante vai mudando com o passar dos dias e o crescimento da barriga;

Ex.: Garudasana (Postura da Águia);

Vrikshasana (Árvore); 

Talasana (Palmeira);

Natarajamasama (Dançarino Real), entre outras

image


2- Posturas que fortalecem e alongam: toda a musculatura exigida na hora do parto vai ser fortalecida, como o períneo, assoalho pélvico, coxa interna, pernas.

A alongamento também é parte importante na hora de praticar os ásanas (posturas de yoga), para que haja uma expansão (parto) e o recolhimento (pós-parto);

- Posturas que fortalecem perineo e assoalho pélvico: Uthanasana (Cócoras); Lakadi Kadhana (Cortador de lenhas); Utkasana (cócoras); 

- Posturas que fortalecem coluna: Cachorro olhando para baixo

image

- Posturas que fortalecem pernas, gluteo, e ajudama na abertura do peito e melhora a respiração. Alivia o peso do bebê

Ponte (Setu Bandha Sarvangasana)

image


-Posturas que alongam 

Janurasana (Postura de joelhos);

Mayurasana (Postura do gato),

image

Bhadrasa (Postura Borboleta)

image


3- Respiração e postura correta: a caixa torácica pode se expandir para que a entrada e saída do ar se processe melhor, trazendo assim mais oxigenação para o feto. Uma postura correta melhora as dores na coluna e facilita a respiração, trazendo bem-estar para ambos!

Posturas que abrem a caixa torácia:

Gamukhasana (Cara de vaca);

Purnasana (Postura do arco);

Meia Lua, e respirações como a da vela.

Postura da Meia lua

image


Há ainda as posturas que melhoram a digestão, a circulação, enjôos, azias, e o metabolismo.
E outras para o serem feitas durante o trabalho de parto!

Cada postura é ensinada em seu tempo correto.

Lembrando sempre que ao final de toda aula deve haver uma relaxamento com visualizações  (mentalizações) para que a mãe e o bebê sintam-se revigorados após a prática e ainda mais conectados!

Atenção: ao deitar-se em Shavasana (postura em ponto morto) a gestante deve ficar de preferência do lado esquerdo, para que haja uma melhor respiração!

image

É sabido que o vínculo que se forma entre os dois nessa época vai se refletir na vida futura de ambos!  Boa prática e feliz hora do parto!

***ATENÇÃO:  Gestantes não devem fazer posturas invertidas, torções fortes, e não devem reter o ar durante os pranayamas (exercícios de respiração), nem deitar-se em decúbito ventral.

Namastê!

Adriana Vieira – Instrutora de Yoga em Santos, com especialização em Yoga Pré-Natal pelo GAMA (Grupo de Apoio à Maternidade Ativa) e Escola Carmen Perez. Doula certificada.Especializada em Parto Ativo- Janet Balaskas, Londres

Pós-graduada em Hatha Yoga pela Uni-FMU (2005), com curso de Iyengar Yoga na B.K.S.Iyengar Yoga Institute Amsterdam.

Jornalista, casada, mãe de três maravilhosos filhos.

Minha eterna gratidão pelas belas fotos : Rafaela La Scala Teixiera