F L X G Instagram

Yoga Pré Natal : benefícios pra mãe e pro bebê

A prática do Yoga tem benefícios pra saúde física e mental para todos nós, sem dúvida alguma, mas desde que iniciei meu trabalho gestantes ( como doula e educadora perinatal tbém) ensino as futuras mamães a se conhecerem melhor através do yoga, seja se aquietando e sentindo a respiração ( o qua acalma as grávidas e faz com que ela possa perceber ainda mais seu bebê), seja praticando concentrada no aqui e agora, ou seja nas posturas de equilíbrio onde elas percebem a mudança de seu corpo e de seu centro de equilíbrio. 


Posturas que alongam e fortalece  a coluna ( nosso eixo central) não devem faltar numa aula pra gestantes, pois o peso do bebê vai transformando nosso corpo, e sobrecarregando a coluna.

Essa postura, do gato, ajuda a alongar toda extensão da coluna, fortalece e relaxa.


A postura da ponte é excelente pra se fazer sempre, e na gestação pode ser elaborada conciliando com os bandhas, que são as contrações perineais, e que na fisioterapia é conhecido como exercício de Kegel.

É uma excelente prática pra ser feita a vida toda…


Algumas posturas trazem alivio e relaxamento físico e mental, e o apoio da  bola suíça na gestação, pode colaborar pra que isso aconteça.

No trabalho de parto, a bola suíça também é uma gde aliada.


E pra finalizar qualquer prática de Yoga pré natal, o ideal é um relaxamento conduzido.

A postura mais indicada para as gestantes ficarem é sobre a lateral esquerda, pois o fluxo de oxigenação para o bebê é melhor.


Esse grupo lindo participou da minha aula de Yoga Pré Natal + Educação Perinatal ( maio 2018) que acontece na Unica ( uma vez por mês) em Santos , um local cheio de boas energias, bons cursos, da instrutora de Yoga Vanessa Faria e coordenado pela Sandra 😘


Chá de bençãos, um rito de passagem

O blog Grão de Gente me convidou pra falar um pouco mais sobre esse delicioso rito de passagem que é o chá de bençãos…e aqui a matéria completa pra vocês! 

http://www.bloggraodegente.com.br/gravidez/cha-de-bencaos/

Relato de Parto por Raffael, pai da Bella

Sabe aquele relato que Você começa a ler e já se emociona!!! Raffael me emocionou várias vezes em nossos encontros , e logo no primeiro já me fez ver o quanto amava sua mulher Samantha e sua filha Bella, que estava ainda na barriga.

Me chamou pra conversar e queria oferecer tudo de melhor pra sua esposa, pra que ela realizasse o grande sonho de ter um parto natural… e o restante vcs  vão ler o que ele mes o escreveu!!! 

E eu, só tenho a agradecer imensamente por cruzar nessa Vida com pessoas tão especiais como essa família que mora em meu coração! 💟


Relato de parto, por Raffael, pai de Bella 

Samantha = Mamãe

Acho injusto dizer que o trabalho de parto se inicia quando há contrações ou dilatação. Pra mim o trabalho de parto se inicia a partir do momento em que se descobre a gravidez.  Por que é naquele momento em que tudo muda.

Quando eu descobri que ia ser Papai minha reação foi não ter reação… eu viajei nos próximos 30 anos em 30 segundos, foi como levar uma anestesia geral.

As quarentas semanas voaram, cada presente, cada detalhe na decoração, cada ultrassom e cada leitura foram partes de um aprendizado único que será a paternidade.

A espera do grande dia!!!

Foram 40 semanas e 6 dias esperando as benditas contrações ritmadas. A ansiedade se tornou uma amiga e nesse momento já estávamos indo ao hospital de dois em dois dias. Cardiotoco virou amigo também. Fazer esse monitoramento é essencial para a saúde da mamãe, do bebê e do papai também.

E uma vantagem de ir quase todo dia no hospital é você conhecer e ver o trabalho das equipes de perto e a toda sua infraestrutura.


Nossas escolhas :

Doula, Parto Adequado e Hospital.


Doula significa “a mulher que serve” e no contexto de parto é uma definição incrível porém como doulando eu definiria Doula como a “Mãe do parto”. A Samantha que me apresentou essa profissão e eu de cara me encantei e deixamos para decidir se teríamos uma “mais pra frente”. Só que o tempo na gestação trabalha no modo velocidade da Luz e quando reparei já estávamos com 8 meses e decidi que a Doula seria o presente de aniversário para Samantha.

 Não demorei 5 segundos, encontrei e escolhi a Adriana Vieira e foi uma das melhores escolhas que eu ja fiz na minha vida - Ponto para o papai 😁. 

A Dri nos ajudou em tudo, fez com que eu me sentisse preparado para participar ativamente do parto, tirou todas as nossas duvidas, deu conselhos que levaremos para a vida toda e foi fundamental na hora H, contarei em detalhes mais para frente a participação dela.

A Dri também influenciou na escolha do Hospital.


O parto adequado e o Hospital

O sonho da Samantha era ter um parto natural, sem intervenções e com liberdade pra tudo. E o Hospital São Lucas com o seu projeto de Parto Adequado era o local ideal para que o nosso sonho fosse realizado. Fizemos uma visita e conferimos de perto tudo aquilo foi elogiado do hospital e se apaixonamos pela completa suite de parto humanizado. Mas o melhor é você sentir que o Hospital é Humanizado, que sua familia está segura e que farão todo o possível para que o seu parto seja do seu jeito. Por esse motivo decidimos que iriamos fazer o parto com o plantonista do hospital, além de economizar um bom dinheiro.


O Grande Dia!!!

Fomos ao hospital no dia 20 por volta de 19h, estava tudo calmo, porém como a Samantha é hipertensa e a gestação se aproximava das 42 semanas,a médica recomendou voltar no dia seguinte pela manhã e induzir o parto.

 Não era o nosso desejo, mas em nosso curso com a Doula ficamos cientes dessa possibilidade e de todos os mitos e verdades sobre o parto.  Nos  preparamos para tudo. Havia uma dose de ansiedade perante a ideia de induzir o parto com a chegada das 42 semanas. Mas nada como ter uma Doula, e nós temos “A Doula”. 

Falamos com ela que íamos induzir o parto e ela nos apresentou o Shake do Parto, foi a sua jogada de mestre. Compramos os ingredientes e a Samantha tomou no dia 20 às 9h. As 10hs estávamos no hospital e a Samantha sentia “umas coisas”. Por volta de 12h fomos encontrar nosso amigo cardiotoco e ele nos avisou.. Habemus Contração!!! A emoção tomou conta e eu senti algo diferente. O GO examinou e disse que havia 3 dedos de dilatação e que estava com cara de que ia engrenar. Ele e nossa Doula recomendaram ir pra casa, fazer caminhada, exercícios na bola e almoçar. Voltamos andando, o hospital fica a uns 2km de casa e no caminho eram 4 a 6 passos e uma contração. Chegamos em casa, tomamos banho e almoçamos. E as contrações continuavam a todo vapor só que com mais intensidade. A Samantha tentou sentar na bola e as contrações não deixavam. Peguei o app contrações e começamos a medir… estavam de 5 em 5 e durando um minuto. Eitaaaaa, peguei o telefone e liguei pra Doula, pedi um cabify, troquei de roupa e estendi umas roupas.. tudo ai mesmo tempo hahaha. It’s timeeeeeeeeee. A Sah sentiu uma contração no carro, o motorista ficou branco hahaha. Chegamos as 17h e fomos direto pra Sala do GO… 5 a 6 dedos de dilatação.. vamos ser internados. Nesse momento você esquece tudo e só um pensamento vem na mente. Minha filha vai nascer, Deus confiamos em Ti.


Chegamos a Suite 1 do Projeto de Parto adequado, era a melhor suite, a única com banheira e ela estava lá esperando quem estava esperando. Não acreditava que tudo estava dando certo, sem indução e no melhor quarto. As contrações continuam e vamos nos preparando. A Samantha, me desculpem mas que MULHER DA P*, estava dançando fitdance com 8 cm de dilatação. 

Usamos o TENS, um massageador que foi excepcional no alivio na dor nas costas. 

Para chegar em 9 não demorou, as médicas ficaram impressionadas com a velocidade. Era hora de avisar a Familia, tínhamos um grupo no whats só esperando o sinal verde.

 Adicionamos, nossos Pais, irmãos e os Padrinhos… a Doula disse “pode demorar ainda”, mas eu ansioso e teimoso avisei. Foi como avisar sobre um furacão.. um caos no whats e eu não podia dar atenção por que a Sah precisava de mim 110% com ela.

A familia chegou e a Sah mandando ver. Muita força e muita dor. Apesar de não ser uma dor de sofrimento era uma senhora dor e como nada é fácil o processo parou. Ficamos nos 9 dedos e não evoluía. A todo momento eles examinavam a Bella, estava tudo ótimo, mas as contrações estavam mais lentas, longe uma das outras. Que ironia, sem contração sem dor e sem dor nada da Bella. Nesse momento a Sah começa a cansar, imagina você sentir dor, fazer força e nada acontecer? Tentamos de tudo, usamos todos os aparelhos. A banheira não durou 3 minutos, ficar na cama era impossível ( a Sah odiava a cama ) e o lugar mais agradável era debaixo do chuveiro, a água quente era um alivio. Toda contração vinha com uma massagem da Doula ou minha. Mas não tinha evolução. A médica fez um exame de toque e disse que tinha parado nos 9 e a Bella estava alta. A agua quente virou gelo, nesse momento eu considerei ir para a cesárea, era difícil ver o amor da sua vida sofrer. Ela dizia que não dava mais. Mas nossa Doula entra em ação… 

 Com paciência (eu desenvolvi isso no parto kkkkkkk) e um jeitinho conseguimos. A médica vai estourar a bolsa pra bebê descer…e cadê a bolsa? Já estourou? A outra médica também não acha e faz uma cara feia… a esperança desce pelo ralo. Para ajudar nas contrações a médica sugere colocar uma dose minima de oxitocina na veia, a Sah resiste mas conseguimos com jeitinho, pois era mesmo necessario!

Não via a luz no fim do túnel, mas quem tem a Adriana como Doula tem tudo. Ela sugere a utilização da banqueta de parto, um banquinho que a mulher senta e faz força com ajuda da gravidade. A médica gostou, eu curti, e a Samantha queria tudo que não estava planejado, anestesia, cesárea e se pudesse deixar a Bella mais tempo no forninho e desdilatar (inventei essa palavra kkkk) ela topava. 



Convencemos ela falando que era a ultima tentativa e ela topou apenas por que ia sair da cama kkkkkkk. A Doula sugeria a posição, eu tenho que ficar atras da Sah fazendo massagem nas costas sem parar e ela canalizando a força na região da pelve. A Samantha é a mulher maravilha da vida real, tirou forças não sei de onde, e atingiu a dilatação total. Uffa evoluimos! Durante esse período eu escapava para ir buscar agua e ir no banheiro.

A familia me viu e me seguiu, ficaram na porta. A Doula fez cara de brava pra mim, eles podiam arruinar tudo, mas graças a Deus não interferiram. Certamente eles tinham vontade, estavam com a ansiedade a mil. Eu tentava dar uma noticia, mas podia piorar. Voltando pra sala de parto eu paro na porta e vejo duas médicas, duas enfermeiras, uma doula e a Sah. E cadê a Bella? As médicas examinam e avisam ela ainda está alta! A Sah não reage bem, ela está no seu limite físico, diz que não aguenta mais, que a Bella é muito grande e não vai passar e pede cesárea. 

Eu tinha que manter a calma e jamais concordar com ela sobre desistir, não era esse o objetivo e percebi que estava preparado para continuar remando com ela. Você pode se perguntar… ah falar é fácil não é você que sente a dor. Sim, a dor física é toda da mamãe mas a dor emocional ela é do casal. Tem que ser forte pra ver sua mulher implorar algo, que você no fundo sabe que vai acabar com a dor naquele momento, e dizer “vamos tentar algo”. Por que não se pode dizer não, aliás quando a mulher está na Partolandia uma palavra mal dita pode acabar com tudo.

 Nossa Doula havia falado de uma posição umas duas vezes, mas era na cama e a Sah odiava a cama. Ela insistiu e com um jeitinho conseguimos levar a Sah, lembro de falarmos se não der certo a gente vê o que faz. A posição era meio maluca, tinha uma inclinação, eu segurava uma perna e a Doula a outra. Quando veio a primeira contração as médicas soltaram um “isso Sah” mas com uma empolgação fora do comum. Na segunda contração a empolgação permanece e na terceira vejo a enfermeira preparando alguma coisa. Meu coração dispara, sinto que minha filha vai nascer. Na quarta contração a Doula se empolga, abaixa a perna da Sah no meio da contração, ela se ajeita e pega o celular. As duas médicas estão de joelhos, parecem jogadores de futebol quando tem disputa de pênaltis. Vem a quinta contração e a empolgação das médicas é surreal. Eu consigo esticar o pescoço e vejo os cabelos da minha bebe. Nesse momento começo a chorar e dizer pra Sah “ela tá vindo amor”… ela já está além do limite, disse que não aguentava mais e eu disse agora não tem como ser cesárea, ela tá aqui e eu to vendo a cabeçinha dela. A médica concorda comigo e diz vamos Sah. A Sah reclama de uma queimação, a Doula já tinha falado que na hora H ela ia sentir isso. A empolgação está a mil e vem a sexta contração e com ela um fluxo alto de sangue, me assustei mas mantive a pose. A vontade era de descer e puxar a cabeça dela kkkkkkk. A médica examina, a Sah reclama e vem a sétima contração e com ela algo inexplicável, um mix das melhores coisas que existem, um grito de alivio e um choro maravilhoso. Minha filha sai meio girando e muito brilhando. Choro, dou risada, fico bobo e a médica coloca ela no peito da Sah, aquele chorinho e aquela emoção. Fiquei tão empolgado que esqueço de cortar o cordão, saio da sala e abraço a familia.



Volto e acompanho todos os procedimentos, a Bella não saiu dos nossos olhos por um segundo. A Sah está exausta, ainda tem o parto da placenta, mas naquele 21 de abril de 2018 as 2:21 ninguém era mais realizada do que ela. Foi difícil, pensamos em desistir mas no fim tudo deu certo. Gente esse tipo de parto não pode ser chamado de normal. A Bella veio ao mundo num parto natural, espetacular e excepcional.


Agradecimentos:

A toda equipe do Hospital São Lucas, fomos super bem tratados por todos. A nossa equipe de parto fenomenal. Dras. Simone e Laura e enfermeira obstetra Renata e a Claudia vocês são espetaculares. 

A nossa querida e amada Doula Adriana Vieira que foi essencial em tudo, sem ela nada disso seria real, seu trabalho é iluminado e você é uma pessoa fora do comum. 

A nossa familia por todo o apoio e por sofrer junto. A minha mulher maravilha, minha heroína,  minha guerreira.. você foi além, se superou e provou que é uma parideira de primeira.. sempre te amarei. E por ultimo e não menos importante a Deus, que nos abençoou, deu força e enviou nosso pacotinho de amor!

Relato de Parto por Sibele  nascimento da Helena

Relato de parto: Bruno, pai do Cairé 28/04/2018

image
image
image
image
image

Aulas de Yoga pré natal com educação perinatal todo mês

YOGA PRÉ-NATAL + EDUCAÇÃO PERINATAL

Dia: 19/5/18

Horário: 10:00 às 11:30 horas

Em Santos, na Unica Unidade Cursos Alternativos

Por Adriana Vieira Schaap 

Aulas para Gestantes: 

- Teóricas e Práticas que proporcionarão auto-conhecimento, informações e consciência corporal.

- A Yoga Pré-Natal com Educação Perinatal é indicada para gestantes de todos os trimestres sendo que além da prática de yoga serão esclarecidas dúvidas, terão exercícios para o fortalecimento do períneo, alongamentos direcionados à gestante e terão melhor conhecimento do mecanismo do parto, aprendendo respirações para o momento da chegada do bebê.

- Relaxamento especial à gestante para um contato mais profundo com o bebê.

FACILITADORA:

Adriana Vieira da Namaskar Yoga

Instrutora de Yoga, Educadora Perinatal, Doula (acompanhamento em mais de 500 partos em 9 anos de experiência com gestantes)

Inscrições até 15/5/18 (vagas limitadas)

As participantes concorrerão aos seguintes sorteios:

- 1 mês gratuíto de Yoga para Gestantes

Por Instrutora Vanessa Faria

- Decoração Petit para Chá de Bebê (Tema Elefantinho)

Por Mommy Finger Festas 

- Ensaio para Gestante (8 fotos, 1 figurino)

Por Raphaella Guimarães

Realização e inscrições: UNICA Unidade de Cursos Alternativos

Rua Paraná, 140 – Vila Mathias – Santos

(13) 3232 4104

(13) 99647 1153

Curtam as páginas

www.facebook.com/vanessa.faria357

www.facebook.com/mommyfingerfestas

Acessem os links

www.raphaellaguimaraes.com

www.namaskaryoga.com.br

Jornal A Tribuna repercute caso Kate e entrevista doula, obstetra e puérpera em Santos


E a repercussão sobre o bem estar pós parto da duquesa Kate não parou…

Hoje, o Jornal A Tribuna de Sanros, SP,  fez reportagem sobre o assunto e nós participamos…

Quero aproveitar pra mostrar pra Vcs várias outras mulheres que todos os dias saem plenas após o parto normal ou natural, como Kate! .

Hoje você vai conhecer um pouco mais sobre a Suseli que teve parto normal após uma cesariana (vba1c) .

Fizemos alguns vídeos durante o trabalho de parto de Suseli, pois ela estava com 9 cm de dilatação ( são 10 pra ter dilatação total) e ela estava totalmente tranquila e conectada consigo mesma, tendo ajuda de seu companheiro, que a ajudou o tempo todo a se sentir acolhida, segura e feliz, curtindo o trabalho de parto!

Juntos, formamos um time bem bacana e nos divertimos nesse momento que foi de  celebração: Suseli, Maurício, eu e a obstetra @izilda_pupo !

Raul chegou lindamente, no dia que sua irmão Sophia também nasceu, há 3 anos atrás, e todos vamos guardar esses lindos , emocionantes e divertidos momentos sempre em nossos corações! 

Viva la Vida! 

Vila la duquesa parideira  Kate!

👼🏻👼🏻👼🏻💪🏼💪🏼💪🏼

A cada filho, a cada parto : um alarde, e com isso, nós vamos ganhando mais informações “REAIS” sobre o assunto 🙏

E o ponto dessa vez não foi o tipo de parto, nem discutir se o parto seria domiciliar ou hospitalar, mas sim, o pós parto e a repercursão por ELA estar tão BEM após um PARTO NORMAL

Daí que a gente vê mesmo, como os eventos naturais estão longe de serem “normais” para maioria das pessoas ainda aki no Brasil… Por um lado fico feliz em ver a princesa espalhar naturalidade…

Mas por outro ainda me assusto com o tamanho do alarde por algo que é tão normal…

Mas estamos numa fase histórica e de grande mudanças por aki em relação ao parto e nascimento…e tudo está mudando! .

Em janeiro postei um texto lá no blog da Namaskar Yoga dizendo que começamos o ano lindamente, pois dos 10 partos que acompanhei, 10 foram vaginais, respeitosos e lindos…

e TODAS AS MULHERES ESTAVAM “ A LA KATE” NO PÓS PARTO: FELIZES, SE SENTINDO PODEROSAS E PLENAS!!!

Por aki isso é normal e ver as mulheres e seus companheiros felizes no pós parto, tbem é NORMAL🤱🏽 e os babies agradecem 😇

Agradeço todos os dias por conhecer VCS: princesas, duquesas, rainhas, super mulheres que reinam únicas em meu coração !!! .

Cada uma com sua história, seu companheiro, seu bebê e construindo sua Vida em seu estilo.

Eu teria centenas de fotos de mulheres divas pra postar aki e agora, como a da duquesa Kate, mas vou relembrar algumas das mais recentes…pois são muuuuuitas!!! .

E que o normal seja ser natural 🍀👼🏻🤰🏻

#divas #plenas #posparto #normal #naturalbirth #katemiddleton #women #superwomen #empoweredwomen #partoadequado #partonatural #partonormal #inglaterra #england #posparto #afterbirth #pregnant #princess #cambridge #brasil #santos #doula #vidadedoula #duquesa #informacao #preparoparaoparto #familiafeliz #puerperas #partocomamor #namaskaryoga #doulaadrianavieiraschaap

Relatos de Partos - março 2018


O parto é um evento lindo e familiar ( ou pelo menos deveria ser) e quando os pais estão preparados e animados pra passar um trabalho de parto especial, e se preparam como se prepara uma festa, as histórias são sempre emocionates e lindas.

E digo isso porque vivenciamos realmente isso semamnalmente, em cada noco parto.

Aqui alguns dos partos amorosos edas familia lindas que acompanhamos esse mês…e por coicidência foram 3 mamães Lucianas, 2 Carolinas e Marcela.

Parabéns aos papais queridos, às familias e bem vindos:

Pedro, Otto, Yam, Maitê, Heitor e Isabela 🙏😇

image
image
image
image

A importância do casal grávido ter informações antes do parto

image
image

Vejo cada vez mais os casais procurarem cursos para obterem informações sobre a gravidez, pré natal, parto e nascimento do bebê e isso é de extrema importância para o casal e para o bebê e a família que irá se formar.

Imformações são a base para que o casal faça suas escolhas , seja sobre os tipos de parto, local para parir, equipe, doula, a fisiologia do parto, amamentação, quarentena, pós parto, cuidados com o bebê e muitos mais… 

image

É muito importante que o casal procure locais para se informarem que tenham a ver com sua conduta de vida, seu estilo, pois há muitas fontes atualmente, e vcs precisam se sentir seguros para essa nova caminhada que seguirão juntos.

Por exemplo, se o casal quer um parto normal, natural, precisa escolher uma equipe com prática e que goste dessa prática. não espere “mudar” o estilo de seu médico ou da equipe, e o mesmo funciona para o local do parto…se o hospital não tem índices altos de parto normal, doficilmente as equipes. Irão trabalhar em prol dissocom Vcs.

Procure saber se há Doulas atendendo nesse locais, ou que tenham entrada garantida, bem como o médico/a que escolheu, se aceita ou não trabalhar com Doulas, pois esse será um grande indício se irão respeitar o que Vcs querem ou não, e claro…verifiquem no local que pretendem ter o bebê, qual tipo de sala de parto ( parto adequado ou apenas centro cirurgico), e os procedimentos que fazem com os bebês no pós parto ( contato pele a pele, respeiro a golden hour, quarto conjunto, etc) 

image

O importante é que Gestante, o casal que irá ter bebê, saiba de seus direitos e de como pode ser lindo e emocionante a chegada de seu filho, que aliás é o maior evento da vida de um casal 🙏

image

Procure me sua cidade locais que promovam encontros para casais e gestantes

image

Curso de Gestantes e Csais (Hospital São Lucas Santos SP) - aula de Preparo para o Parto doula Adriana Vieira 

image
image
image

Foto Roda de Gestantes Hospital São Lucas (Santos SP) 

E que essas aulas ou encontros sejam ministrados por profissionais de áreas diversas, como : enfermeiras, obstetras humanizados, doulas, fisiterapeutas, psicólogas, pediatras, etc.

Um bom curso deve preparar o casal física e mentalmente, como informações, mas na prática também.

image

Foto : Jardim de Eva ( Sanros SP) Roda para Gestantes


E que os encontros sejam sempre esclarecedores!!!

image

Cursos gratuitos para casais grávidos em Santos:

Hospital São Lucas - Projeto Parto Adequado

Unimed Santos

Clínica Mar Saúde 


Curso de Preparo p o Parto

Doula Adriana Vieira Schaap 13 99787-6693

Click aki para saber mais :https://www.namaskaryoga.com.br/Gestantesecasais.php


Curso para Casais Grávidos “Preparo para o Parto “Adriana Vieira Schaap” 

Vamos brincar!!! É páscoa...

…e por aqui aprendemos com o papai René ( que é Holandês e tem outros costumes)  que é tempo de pintar ovos de verdade, e depois de pendurá-los numa árvore …. e então, aguardar o coelhinho chegar com as surpresas! 

Ainda faltavam dois dias para a Páscoa quando iniciamos os preparativos.

Compramos uma aquarela, pincéis e um porta ovos furadinho pra apoiar enquanto pintavamos e pra secar. E então, mãos à obra.

image

Os ovos que vamos pintar, cozinhamos antes…deixamos esfriar

Alguns outros vamos pintar e pendurar numa árvore, entãbo, pra nao ficar pesado, papai René esvaziou o ovo, primeiro furando com uma agulha bem fininha no topo e  assoprando o outro lado, pois os ovos  precisavam  ficar leves para serem pendurados e enfeitar nossa árvore…

image

E aqui estão nossos ovos coloridos, pintados e aguardando os coelhinhos virem nos trazer os ovinhos de chocolates (costume brasileiro) . Mas deixa os cenouras pra eles também…

image
image

Feliz Páscoa pra Vcs em português!

Happy Easter in english

& Pasen in dutch 🐰

O nascimento de Maitê - por papai Cadu (19/3/2018)

image
image
image
image
image
image

A mudança que queremos Ver…



“Nós devemos ser  a mudança que queremos ver no mundo” Em 2005, qdo ouvi pela primeira vez a palavra Doula, na Holanda, não imaginei que me tornaria uma delas e nem quais missões viriam pela frente.Não imagina qtas mulheres especiais iria conhecer, familias incriveis, profissionais respeitosos, bebes lindos
Tbém não imaginei qtas lutas iriamos travar, qtos manifestos iríamos participar, em prol de melhores nascimentos. A luta era/é diária, contra um sistema aki no Brasil,que não dava/dá chances de uma mulher ter um parto vaginal e de ser um bom parto, uma pressão imensa pra q tudo seja: medicalizado, rápico, indolor, rotineiro, em série. Hoje, pela primeira vez, sinto que a mudança está acontecendoe de dentro pra fora! cheguei a duvidar, mas assim como VC, não desisti. Temos muito ainda a conquistar, mas o passo principal já foi dado: as mulheres já entenderam a importância do trabalho de parto pro bebê e do parto fisiológico e estão vivenciando isso. E o sistema vai ter que mudar, nao tem volta. Romantizar o parto não ajuda. Parto é viceral, é animal, tem melecas,sangue, suor, dor, amor. A maternidade tbem:é complexa, individual, nos deixa descabelada e nos faz nos olhar de fte, medos, e virtudes e nos coloca bem de cara com à maturidade (ou imaturidade) Hoje,meu coração está em festa, pois esse janeiro foi mais que especial, não apenas porque 100% dos partos que tive o privilégio de  acompanhar foram vaginais, emocionantes, intensos e repletos de respeito e amor, mas porque vi em cada mulher e seu companheiro, que mesmo com medo da dor e do inesperado,todas tinham em mente que estavam fazendo o melhor para o seu bebê e se superaram, foram atrás de seus sonhos e se entregaram ao processo, e sim: pariram lindamente! Foram 10 partos normais/naturais, 2 bebês empelicados…perdi as contas dos que tinham circulares de cordão, e 1 com oxitocina no finalzinho, outros dois com analgesia: 7 naturais, 3 normais e 9 bebês estão mamando no peito exclusivamente! E a outra logo estará tbem… É por isso que acredito nas mudanças, porque vcs são parte dela e estão fazendo acontecer!!! Parabéns pra cada um de vcs!   E parabens para todas aquelas que tbem almejavam esse parto e não puderam ter por algum motivo real.Parabéns pra todos que praticam o Bem e fazem seu melhor por um mundo melhor pra TODOS NóS! Que possamos celebrar em fevereio, março e o ano inteiro…

Bebê empelicado, você sabe o que é?

Esse mês de janeiro completei 9 anos trabalhando com gestantes e essa foi a segunda vez que vi um bebê nascer empelicado, ou seja, ainda dentro da bolsa de líquido amniótico, que é onde eles crescem e se desenvolvem, mas raramente nascem com a bolsa íntegra, que geralmente rompe na passagem do canal vaginal naturalmente.

image

Foto divulgação

Ao contrário do que muita gente pensa, nascer dentro da bolsa não traz nem um perigo aos bebês, pelo contrário, os protege, e mantém o bebê saudável.

Aliás, romper bolsa  é um procedimento que nem sempre deve ser utilizado, não deveria ser rotina pra “apressar trabalho de parto”,pois nem sempre essa intervenção médica pode realmente colaborar para o bom andamento do trabalho de parto - salvo algumas indicações clínicas.

Mas vamos lá ao nascimento de Elena…mamãe e papai estavam bem conectados no trabalho de parto, que foi intenso e não tão longo e mesmo a hora de nascer, ou seja, o período expulsivo, foi curto, uns 10 minutinhos e ele chegou, lindamente.

Me lembro que quando estive na India, os nascidos “empelicados” eram tidos como bebês “auspiciosos”, mas independente do que acham por lá, aqui, apenas 1 em cada 80 mil nascidos chegam empelicados! 

E o que nós, que trabalhamos em prol de partos respeitosos esperamos, é que cada vez mais, deixem os bebês nascerem com menos intervenções e no tempo deles

Encontro gratuito pra mães com bebês - em Santos - Pom Pom

Quem quer participar?? Para mães de bebês. . Oba ! Vamos reunir, dia 03/02, mães que gostam de aprender mais, trocar informações, bater um papo, conhecer gente nova e ganhar muitos brindes.

A @pompomfraldas em parceria com o Clube da Fraldinha convida você que mora na #BaixadaSantista para esse momento único. ENCONTRO MATERNO para mães de bebês. Participação de:

🚩Adriana Vieira que vai falar sobre mudanças no pós parto: emocional, sexualidade, nova rotina de vida 🚩 Bruna Bavarotti e Maira Botta sobre desenvolvimento infantil. 🚩Mari Visconti fazendo a mediação.

EVENTO GRATUITO - inscrições: contato@clubedafraldinha.com. . Infos: 13.99767 0725

SERVIÇO: Dia 03/02 Das 16:00 às 19:00 Endereço. Rua Maranhão 16 - pompeia, Santos. . @namaskaryoga @crescercrianca @assessoriagestante @pompomfraldas

Vídeo e entrevista mostra o trabalho da Doula antes, durante e no pós parto

É sempre um prazer enorme estar lá no estúdio do Blog e a loja online Grão de Gente, pra falar sobre tudo que mais gosto e esclarecer as dúvidas de centenas de pessoas, na Live. Obrigadapelo convite! 

E aqui pra Vcs a entrevista que está no Blog sda Grão e lá em baixo vcs podem assistir a Live que fica no You tube da Grão de Gente eno nosso canal da Namaskar Yoga tbem 😉🙏 

http://www.bloggraodegente.com.br/gravidez/papo-gravida/o-que-e-doula/

image



image
image

Vamos falar sobre a perda? e ajudar que precisa de acolhimento...

image

O assunto não é fácil mas precisamos saber lidar com a perda e saber acolher que perde um bebé.  

Como Doula vejo o sofrimento de muitas mulheres que perdem seus bebês antes de 12 semanas de gravidez, e achei importante dar algumas informações que podem ser úteis pra todos nós.

 Aborto espontâneo

Durante os meses de novembro e dezembro de 2017 e a primeira semana   de janeiro, 8 mulheres que me procuraram pra doulagem, perderam seu bebê ( embrião), antes da 12 semana de gravidez, e durante esses anos todos que trabalho com gestantes vejo um número enorme de mulheres que passam pela dura e triste perda de seu embrião e ficam arrasadas, deprimidas e não encontram um acolhimento mínimo necessário nos prontos socorros ou hospitais, ou mesmo de seu médico ou parceiro…

Foi pensando nelas, e em 50% das mulheres que engravidam ( sim, esse é o número que temos de mulheres que perdem seus bebês, muitas vezes sem saber, pois estão com menos de 12 semanas de gestação), que resolvi fazer esse post, pra dizer pra Vcs, que mesmo passando por esse momento, saibam que Vcs estão saudáveis e poderão engravidar logo e novamente, e que esse processo, apesar de triste e doloroso, é natural da nossa fisiologia.

“Estudos indicam que até 50% fertilizados sejam perdidos nos estágios iniciais da gravidez e mais de 80% dos abortos espontâneos ocorrem antes das 13 primeiras semanas”

E seu corpo está funcionando bem sim!!!

Infelizmente, hospitais e PSs acabam tratando as mulheres que perdem seus bebês antes de 12 semanas como se nada tivesse acontecendo, e acho isso um despreparo…quem dera um dia tivéssemos psicólogas, doulas e outras profissionais nesses locais pra acolher essas mulheres, esses casais, e que lhe explicassem, que apesar desse momento, tudo pode ficar  bem, e logo. E os parceiros também precisam entender a dor de suas mulheres! 

Permita-se chorar sim, se preciso, e terminar esse processo para que depois, no seu tempo, possa se preparar física e mentalmente para um novo e lindo recomeço…

Nem sempre há como prevenir o aborto espontâneo, pois na maioria dos casos se dão por causas …..
Mas ao saber de uma gravidez é ideal aguardar até 12 semanas completas pra voltar a prática de esportes, e não consumir álcool, Drogas nem tabaco, e iniciar um pré natal assim que sou er da gravidez

Resumindo:

*A medicina classifica como aborto espontâneo a gravidez que foi interrompida naturalmente até a 22a semana de gestação, quando o bebê ainda pesa menos de 500 gramas.
Se ocorrer antes da 12a semana, o abortamento é considerado precoce; depois disso, e até 23 semanas é chamado de tardio.

*Cerca de 80% dos abortos espontâneos acontecem de forma precoce.

*Um dos principais fatores do aborto espontâneo são problemas genéticos que se dão no momento em que o embrião está se formando, como falhas nesse processo, que apontam até 70% dos casos.

Sintomas principais:

*Sangramento com cólicas, e em alguns casos, o desaparecimento de sintomas da gravidez, como dores no seio e enjôos.


Relato - aborto espontâneo:

A mãe de Nalu, a Ellen, que tive o grande prazer de doular ( num parto lindo, rapido e emocionante), vai compartilhar aki com vcs, momentos bem dificeis que viveu antes desse parto…e que outras mulheres de sua família tbém experenciaram…um aborto espontâneo 

“Era minha primeira gravidez, sempre quis ser mãe, sempre foi um grande sonho. Nunca pensei em parto normal, natural ou até mesmo humanizado. Pensava nas facilidades que a medicina tinha hoje, era decidida em simplesmente fazer Cesárea, escolher o dia do nascimento do meu filho, não pensava nem mesmo esperar ele dar o sinal de que estava pronto para nascer. Estava com oito semanas de gestação, um dia quando acordei tive uma secreção marrom escura e cólicas, senti que algo estava estranho, então fui fazer um ultrassom. Nele descobri que não havia batimentos cardíacos do meu bebê. Que notícia, meu mundo caiu, não esperava nunca ouvir isso. Naquele momento, já senti uma certa frieza do profissional que fez ultrassom. Ele, simplesmente, me disse que não tinha batimento cardíaco no meu bebê e que eu deveria falar com a minha médica. Me senti muito sozinha e assustada, mesmo meu marido estando sempre ao meu lado me apoiando, foi uma bomba que recebi e não tive apoio de nenhum profissional naquele momento, todos trataram aquele momento com muita indiferença e naturalidade, senti muita falta de compaixão. Tive que ir até minha cidade natal para resolver tudo. Acredito que, como a maioria, foi inevitável não ter o pensamento de culpa, primeiro pensamento que vem, o que eu fiz? o que eu poderia ter feito para evitar? Logo vem uma grande dificuldade: contar para a família. Pra piorar, logo vem a curetagem, feita na maternidade, como foi dolorido ir até esse local não para o parto. Sofri muito com esse acontecimento, mas tentei tirar alguma coisa boa de tudo isso. Acredito que todo sofrendo tem que nos trazer algum ensinamento. De repente, certa frase me veio muito a mente, que eu ouvi de uma pessoa muito querida que conheci em uma viagem: “nós não temos o poder de impedir a morte, por que achamos que podemos escolher o dia do nascimento?” Assim comecei aceitar melhor a situação e mudei completamente o modo de pensar sobre o parto. O tempo foi passando, e sim, só o tempo para a dor amenizar, porque não passa. Após 1 ano engravidei de novo, o começo foi bem difícil, cada ultrassom um medo, mas minha fé era mais forte e segui em frente. Tive uma gestação maravilhosa e um parto perfeito, sim, digo perfeito pois não poderia ser melhor! Nalu nasceu em um parto natural e humanizado! Tive o apoio do meu marido o tempo todo e encontrei profissionais que foram incríveis e competentes durante a gravidez e o parto, isso faz toda diferença!”


E o que moveu Juliana Matias, mãe de Laís, a criar um grupo de Apoio para Pais em Luto, na cidade de Santos, SP, foi uma dura experiência, e com muita sabedoria e toda minha admiração. Ela soube tranformar e agora ajuda muitos e muitos pais, avós e cuidadores.

Espalhe sobre esse grupo: Lado a Lado e participem das reuniões que podem acolher a dor de outros pais. 🙏🏻🙏🙏🏾

Compartilhem a dica do grupio Lado a Lado e acolham quem estiver nesse momento. 

image

A primeira quinzena de janeiro de 2018 foi assim: só parto lindo!

image

E lindo por aqui quer dizer : um parto respeitoso, amoroso, do melhor jeito que pode ser para cada mulher, bebê, pra cada casal! 

Não importa se foi na banheira, em casa, na cama, enfim, não é o local que define a “beza”do parto, e sim o RESPEITO a família!!!

Nesse primeiro de janeiro chegou Guilherme, o primeiro filho de Isabel e Leandro  e foi o bebê da virada!!! até saiu no Jornal A Tribuna de Santos, cidade em que nasceu!Família linda e especial, e um parto rápido ( cerca de 4 hs de trabalho de parto e aí chegou o meninão!!!

image

Depois foi a vez da Laís, linda, delicada e um parto emocionante. E ela escolheu o dia do de janeiro. E foi tão bem vinda e repeccinada com imenso amor! Os papais de primeira viagem Vanessa e Victor estão se saindo muito bem na nova etapa de vida. Já até rolou banho de ofurô e muio mais!

Entre uma mamada e outra a mamãe conseguiu escrever e contou um pouquinho de seus momentos especiais!

image
image

E então, na madrugada do dia 9, um casal querido me ligou…Mas ela estava de 36 semanas…atendi, conversei com o Bruno ( o pai ) e percebemos que a bolsa tinha rompido. Fomos pro hospital e pela manhã, Nelson nasceu!!! 

A mamãe, vcs podem imaginar! Centrada, forte,bem silenciosa e compenetrada: pariu lindamente. Agatha foi guerreira e parideira, e teve l amparo e a força de seu marido o tempo todo. E a doula fica como? Feliz demais pelo lindo momento! 

image

Dia 12de janeiro!!! Que parto!!! Quantos momentos e emoções que ainda vamos retratar lá nos relatos de parto, mas quero registrar aki que foi um dos trabalhos de parto mais rápidos que já presenciei e aprendi muito com esses três: Elisa, Bruno e Levi, um bebezão que chegou chegando, com 4.200 gr e a mamãe que se preparou e muito bem não teve nenhuma laceração. Sim, um parto sem cortes, sem medicação nenhuma (como a maioria dos partos que acompanho com equipes humanizadas) e lindissimo!!!

Foi o segundo filho d Elisa, e ela havia me contato que sua primeira experiencia nao tinha sido boa ( apesar deter sido tbem um parto vaginal, nao foi nado bom pra eLa) , e enfatizei, que pelas experiencias que eu tonha, nunca um parto era como o outro….e assim foi : maravilhoso, segundo ELA e Bruno, o paizão!

E essa foto tirada uma hora após o parto! 

Alguém ainda tem dúvida que um bom parto natural faz bem? E o bebê agradece, vai poder mamar e mamae esta sem dor e bem feliz, disposta!!!

Viva!!!!

Janeiro promete 🎁😉❤️👼🏻

Vídeo novo com exercícios de yoga para gestantes e papais

image

Eu, Juliana Góes e o papai Crika preparamos um video bacana pra Vcs gestantes e casais grávidos, com dicas pra que possam praticar em casa nos últimos meses de gravidez, últimos dias e até na hora do trabalho de parto.

Elaborei uma série que podemos usar a bola suiça pra que a gestante não se canse muito, já que no último trimestre, e até a hora do parto, o peso do bebê já tá em tonrno de 3 kilos e a mamãe já tem cerca de dez kilos a mais…o que pesa mesmo gente!!! 

image

Mas quem não tiver a bola suíça pode fazer os mesmos movimentos de pé, aue funcionam da mesma maneira ok, tanto pra encaixar o bebê, como relaxar o períneo, e também fazer o bebê descer - caso esteja em trabalho de parto dilatando e com bebê alto.

Bom, o vídeo está lá disponível no You Tube da Juliana Goes e vou deixar o link aki pra Vcs:

https://youtu.be/Nm-_ooxwrGc

Mas lembre-se, é importante fazer um pré natalbom, com o profissional da sua confiança e para praticar exercícios, sejam eles yoga, pilates, musculação etc é preciso ter tbém um profissional especializado em gestantes, ou que Vc confie.

Aki dou algumas dica, junto com a Ju Goes, sobre livros para se ler na gravidez:

https://youtu.be/a3iNWMuoudQ

 e outro vídeo que falamos sobre o que a Doula faz :

https://youtu.be/LT3bXqOYWhI

Desejo que as informaçoes os ajudem bastante 🙏

E caso precisem de uma consultoria durante esse período, ou uma doula para o parto podem entrar em contato via zap 13 997876693 ou mail: adriana@namaskaryoga.com.br

Uma linda gestação pra Vc, um Excelente parto e uma maternidade consciente, ativa e com leveza e muito amor!

image

E aki, Ju Goes e AnneLiv, slingando ❤️🤱🎁🙏🏻

Para comprar seu slings online: www.slingnamaskar.iluria.com

Loja online no ar - Confira!

 Vocês pediram e aki está! Nossa loja online contém os produtos que usamos, aprovamos e indicamos…e os primeiros, já estão online: os slings, que são carregadores de bebês com vários benefícios para os nenéns no período pós parto e na exterogestação, que são os nove primeiros meses de vida. 

O bebê que fica grudadinho no colo com o sling, mantém o contato com o corpo da mamãe ou do pai, e ouve os batimentos domcoração, mantém o contato pele a pele, e com isso relmbra sua sensações intra útero, o que lhe traz segurança, além de ser anatômico, confortável e seguro.

Para quem os carrega é uma delícia também: bebê coladinho e seguro, carinho, amor e mãos livres!!! 👏👏👏👏

image

Aqui alguns dos nossos clientes queridos que já aprenderam a usar o sling e aderiram!!!

Escolha o seu e bora slingar: www.slingnamaskar.ilura.com

image
image

Older Posts

Custom Post Images