F L X G Instagram

Uma mensagem especial para o ano que inicia…pra refletirmos sobre cada fase da Vida e nos amar de verrdade em cada uma delas!

Mulher ao centro da vida*

“Chegou ao meio da vida e sentou-se para tomar um pouco de ar. Não sabia explicar. Não era cansaço, nem estava perdida. Notou-se inteira pela primeira vez em todos esses anos. Parou ali, entre os dois lados da estrada e ficou observando as margens da sua história, a estrada da vida ficando fininha, calando-se de tão longe que ia.

Estava em paz observando a menina que foi graciosa, cheia de vida. Estava olhando para si mesma e nem notou. Ali, naquele instante estava recebendo um presente. Desembrulhava silenciosamente a sabedoria que tanto pediu para ter mais.

Quando a mulher chega à metade da estrada da vida, começa lentamente a ralentar o passo. Já notou como tem gente que adora conturbar a própria rotina, alimentar o próprio caos? Ela não.

Não mais.

Deixa que passem, deixa que corram, a vida é curta demais para acelerar qualquer coisa. Ela quer sentir tudo com as pontas dos dedos, ela quer notar o que não viu da primeira vez. Senhora do seu próprio tempo.

Percebeu, à metade da vida, que caminhou com elegância, que viveu com verdade, que guiou a própria sombra na estrada em direção ao amor. E como amou! Amor por si, pelos outros, amou em dobro, amou sozinha, amou amar. A mulher ao centro da vida traz a leveza que os anos teceram, pacientemente. Escuta bem mais, coloca a doçura à frente das palavras, guarda as pessoas com preciosismo. Aquela mulher já perdeu pessoas demais.

Ao meio da estrada, ela já não dorme tanto, mas sonha bem mais. Sonha pelo simples exercício de sonhar. Sonha porque notou que é o sonho que tempera a vida. Aprendeu a parar de ficar encarando as linhas do corpo. Seu espírito teso, seu riso aberto, sua fé gigante não têm rugas, nem celulite, sem encanação. Descobriu que o segredo é prestar atenção no melhor das coisas, nas qualidades das pessoas, nas belas costas que tem e deixá-las ao alcance da vista dos outros.

Sentada ali, ao centro da própria vida, decidiu seguir um pouco mais. Há mais estrada para caminhar, mais certezas para perder, mais paixão para trilhar. Não há dádiva maior do que compreender-se, que encontrar conforto para morar em si mesmo, que perdoar-se de dentro pra fora. Ao centro da vida ela descobriu que a gente não se acaba, a gente vai mesmo é se cabendo, a cada ano um pouco mais.”

Diego Engenho Novo

Escolha seu Sankalpa e trilhe um Feliz 2018!

Sankalpa significa em sânscrito determinação, propósito, objetivo!

É uma resolução interior, então deve ser feita como uma frase curta, direta, no presente e de fácil assimilação, para que você possa sempre se lembrar!
É utilizado para que possamos seguir nosso próprio Dharma, nosso caminho, nosso propósito!
Por isso, a escolha do Sankalpa deve ser muito bem pensada, para que tenhamos o resultado esperado.
O Sankalpa é uma frase que deve expressar seu novo propósito e você deve conservar esse Sankalpa até que ele se concretize. Para que isso aconteça você deve manter essa frase em sua mente, num estado de meditação. Quando repetimos uma frase, mesmo que mentalmente, ela se mantém em nosso subconsciente, em nosso “Akasha”, para então, se realizar.
Para escolher seu Sankalpa a sugestão é que você se aquiete, fique num lugar calmo, tranqüilo por alguns minutos e sinta o que você quer futuramente, e então tenha em mente alguns detalhes para escolher seu Sankalpa:

Escolha apenas um propósito;
A frase deve ser curta para ser memorizada facilmente;
Deve ser afirmativa;
Deve ser feita no tempo presente;
5-  Apenas mentalizar a frase; não é preciso verbalizar ;
Sinta com todos os seus sentidos o seu Salkalpa;
Visualize seu Sankalpa já acontecendo;
Deve ser algo bom para você e para os demais;
Seu Sankalpa não deve interferir no propósito de outras pessoas

Seguem alguns exemplos de Sankalpas:

Minha saúde é perfeita (nunca mentalize: Não tenho doenças)
Sou paciente (nunca : não sou nervoso)
Tenho confiança em mim
Tenho ótima memória
Me relaciono bem com as pessoas
Sou capaz de realizar meu propósito
Sou inteligente e aprendo com facilidade
Atraio cada vez mais boas situações
Realizo um bom trabalho
Sei receber amor, sei doar amor…

Nosso cérebro não entende a negação, por isso quando, você diz uma frase com o “não” em frente, você  logo imagina a situação em si, sem a negação. Por isso, se seu propósito é ter saúde mentalize exatamente isso: Sou saudável , e não: Não tenho doenças.Nossa mente capta a vibração das palavras que pensamos ou emitimos. Por isso, cuide de seus pensamentos e do que você fala, para si, de si mesmo e aos outros.
Aproveite esse momento para fazer uma “faxina geral” em sua mente. Tire tudo o que você não precisa mais manter por lá…e renove abra espaço para as coisas novas…novos pensamentos, sentimentos, emoções…
Mentalize novas frases, boas, positivas, e escolha uma delas como seu Salkalpa a partir de agora!
Relaxe, medite, e escolha seu novo propósito! Assim, você vai trilhar seu caminho e  seguir mais feliz consigo mesmo

Namastê! Adriana Vieira 💟💎🔮📿🕉

Mãos 🙏🏻👍🙏🏽👏🙏💪🏼🤰🏻🤱🏽🙏🏿

Mãos

Mãos que se unem
Em prece
Que encontram a outra pra expressar amor
Que tocam o coração
Que tocam a alma

Mãos que acolhem
Que afagam
Que agarram
Que abraçam

Mãos, mãos, mães, mães

Mãos que deslizam
Que desenham
Que buscam sanar a dor
Que partejam

Que acariciam
Que apertam
Que minimizam a dor
Que doam calor
Amor

De mãos
De mães

De mulher

Mãos que inspiram
Mãos que exalam
Mãos que inalam
Mãos que embalam…

Mãos que tocam
Que fazem toque
Que vêem
Que sentem
Que adivinham
Que sabem

Que precisam saber
Sem ver…

Sentir
Cobrir
Acolher
Unir
Amparar

O nascer
Nas mãos
De quem tem Mãos
De doação

Poema de Adriana Vieira - doula, inspirado nos dias em que teve a linda oportunidade de participar do Curso de Parteria com Naoli Vinaver - nov 2017

image

Relato de Parto natural - Renata + Thiago = Théo

• Parto Adequado • parte 1 por Renata Ruiz 


Agora um relato de uma mulher que não acreditava na sua própria força natural.
Filho, quando eu e seu pai descobrimos que estávamos grávidos, nos entregamos de corpo e alma à você. Começamos nossas pesquisas, nossos estudos, conversas sem fim. Tudo pensando no melhor pra mim e pra você. Contamos com a ajuda das amigas da mamãe que foram minha referência sobre esse assunto. Nós viemos de longe, onde o parto normal é natural. E chegamos ao Brasil com algumas decepções médicas. É, o médico da mamãe não quis mais me atender se eu não pagasse para fazer o parto com ele. 

Mas como tudo em nossas vidas tem a mão do papai do céu, nós descobrimos uma roda de gestantes no Hospital São Lucas. 

image

Encontro onde as mamães e profissionais do Hospital se encontram para estudar e tirar dúvidas. Foi aí que encontramos um anjo, nossa doula. 

A gente não sabia o que era isso, muito menos o que ela faria. Mas a Adriana Vieira, ela sim, nossa doula, anjo, e que virou grande amiga, nos ajudou desde o dia que a conhecemos. Fizemos um curso com ela e outros casais grávidos, onde aprendemos o que estava acontecendo dentro de mim, como você estava se desenvolvendo na minha barriga e tudo sobre o parto adequado. 

Como seria, a ordem das coisas, maneiras que pudéssemos aliviar a dor, e muita, muita conversa. Depois disso, no finalzinho da gravidez, onde a ansiedade já era bem grande, a mamãe e a nossa anjinha da guarda, foram fazer exercícios, acupuntura, andamos na praia, tudo com muita alegria sempre pq essa é a marca registrada dela rs.

image
image

• Parto Adequado • parte 2


Enfim, chegamos à 41 semanas e você continuava no quentinha da minha barriga sem sinal de querer vir ao mundo. E por orientação médica, nos internamos para induzir o parto. Horas depois, começaram as contrações. Uma dor e uma sensação que eu jamais tivera sentido antes


image
image

. Nós três juntos como combinamos, eu, seu pai e nossa anjinha. Do chuveiro para cama, da cama para banheira, e mais suspiros de dor,   e aí a parte fundamental do nosso parto. Sim filho, a mamãe não trouxe você ao mundo sozinha. O parto foi nosso. Meu, seu e do seu pai. Papai teve fundamental, essencial importância naquele momento. Quando vinha a dor, o papai pedia pra mamãe pensar no lado positivo da dor e eu em cólicas, gritando, já perguntava qual? E ele me acolhendo e fazendo tudo o que era possível, me relembrava que a cada dor forte que vinha, mais perto do nosso filho nascer estava. Entre uma contração e outra, ele estava lá, jogando água quente na minha barriga fazendo massagem, colocando músicas pra me acalmar e a nossa anjinha também ao nosso lado, fazendo massagem, óleos de lavanda e muito amor

Quando a dor já era tamanha e a vontade de você nascer infinita, pronto, mais ajuda do papai do céu. Chegou a médica. Era a plantonista do hospital. Que eu tinha medo de ser um médico cansado, louco pra fazer cesariana e ir embora pra casa descansar, apareceu ela. Firme, sem me dar muita moleza, falando que existe parto sem médica, sem doula, sem pai mas não sem mãe. Era preciso me concentrar pra te trazer ao mundo. E com força, uma força que eu não sabia que tinha e muita ajuda, você nasceu. Em um parto adequado, lindo e natural. 



Esse foi o parto adequado pra mim, pra nós. E cada mulher tem direito de ter o seu. Do jeito que quiser e sonhar.
Hoje você está aqui conosco, e como sempre, a palavra da nossa nova vida, é gratidão. Gratidão pela sua vida, pelas pessoas que conhecemos e pela força e amor que a mamãe nem sabia que tinha 💙

Viagem divertida para o sul do Brasil, com crianças - por Natali Gifone

Eu vi umas fotos lindas demais no instagran, de uma família muito querida que admiro demais e  que tive o prazer de doular, e foi de uma viagem que eles fizeram com as duas filhas…aki pro sul do nosso país. Pedi pra Natali me dizer como foi a viagem deles, e ela fez esse lindo texto, bem completinho com dicas preciososas pra todos nós. Obrigada pelo carinho Natali e Beto , e as lindas meninas Gigi e Bia 👍😘

image


Tudo começou com a vontade das meninas de andarem de avião e ver a neve, mas tínhamos que juntar os dois sem gastar muito (fora do país)


Ida ao aeroporto optamos por ir de carro e deixar em um dos milhões de estacionamentos próximos que tem transfer até lá, pagamos super baratinho, o nosso foi o Decolar, mas tem muitos outros.

A companhia foi a Avianca. Fazia um pouco de tempo que eu não viajava de avião. Achei super ok, com uma telinha pra cada um, entretenimento para as crianças, jogos e séries. Serviço de bordo e comissários atenciosos. Eu levei o carrinho de bebe que fecha guarda chuva, na ida despachei com as malas e na volta somente na porta do avião e foi bem útil porque já era terde.
Transfer aeroporto hotel foi uma van com um guia bem comunicativo que já dava algumas dicas.
Hotel escolhido foi o Prodigy Alpenhaus.

Quarto grande com uma sala, mini cozinha americana e uma suíte. Trocaram o sofá cama da sala por duas de solteiros pras meninas. Café da manhã incluso e bem gostoso com bastante opção de doces e salgados.
Piscina aquecida, ofurô, sauna, academia e espaço kids. Usamos todos menos a sauna. Tudo em ótimo estado de conservação e limpeza.

Passeios:

Começamos pela Snowland já que elas queriam muito ver a neve.
O lugar é bem grande, mas tem outras atrações que não são neve. Tem um parquinho que quase tudo é pago a parte, tem a patinação.
A área da neve é realmente muito fria, as roupas e botas que eles fornecem aquecem, mas mesmo assim estávamos com duas calças e duas blusas e casaco por baixo. As luvas são de lã então logo ficam molhadas pra quem brinca muito com a neve.
Dica: colocar luva de latex por baixo.
O tubbing infantil é a partir de 90 cm e super tranquilo. Já no tubbing adulto criança acima de 1,20 podem ir acompanhadas. Nós demos uma xavecada no moço e fomos nós 4 juntos Gigi 97 cm e Bia 1,07 m.
Falaram que ficaríamos no máximo 1h lá dentro, mas como elas curtiram muito ficamos 2h30. Outra dica é um chocolate quente no meio do tempo pra aquecer e continuar a brincadeira.

image

Em seguida como o dia estava lindo corremos para o passeio nos bondinhos aereos com vista para a Cascata do Caracol. A vista é linda e andar de bondinho já é diversão garantida para os pequenos. Tiramos bastante fotos, passamos num lugar que tem esculturas de animais em madeira que reproduzem os sons deles… elas amaram.

Dia seguinte começamos pela Aldeia do Papai Noel.
Ela tem opiniões bem divergentes. É um lugar enorme a céu aberto que está super mal cuidado, mal conservado e não é barato. Porém bem lá no final do parque tem a casa do Papai Noel onde ele se encontra o ano inteiro para conversar e tirar foto com os pequenos. Você tem a opção de comprar uma cartinha que escreve o pedido e coloca numa caixa de correios de lá e o papai Noel  responde a carta que chega em sua casa depois.

Fomos almoçar em um restaurante chamado Alemanha Encantada que dentro dele tem a torre da princesa Rapunzel. Custa 8 reais pra subir na torre que não tem nada demais lá em cima, mas é o quarto dela. Se comer um certo prato no restaurante fica de graça a subida na torre. Fotos com a Rapunzel que fica lá embaixo tiramos várias. O restaurante é típico alemão pra quem gosta, mas tem também pratos kids com arroz, carne ou frango e batata.

image

Depois partimos para um dos lugares mais lindos que fomos lá, o Parque Terra Mágica Florybal. Que lugar mágico… só que chegamos bem no final do dia, então vimos um show, elas brincaram um pouco e logo fomos embora. Acontece que eles não divulgam isso,  mas se você deixar o seu nome na saída eles dão um ingresso de retorno e é claro que pegamos pra voltar.

Próximo dia, como estava chuvoso optamos por passeios fechados.
Iniciamos pelo Play House Florybal. Nada mais é do que um simples parque de diversões, mas tem uma pista de patinação de chocolate e a mamãe queria andar pq o menor patins é número 28 e não dava pra elas kkkkkk
Saindo de lá fomos no Mundo a vapor que é um cartão postal. Lugar onde tem varia réplicas de máquinas que funcionam a vapor. Tudo muito explicadinho por monitores. Tem um trenzinho incluso no passeio. As meninas ficaram fascinadas com as máquinas trabalhando.

Após o almoço fomos rapidinho até o Alpen Parque, que é um parque de diversão tradicional aberto, mas tem um dos brinquedos que é um trenó controlado na mão.  Fomos até lá só pra ir no trenó pq falaram que valia muito á pena. E não é que vale mesmo!! Não pelo valor, mas sim pela diversão. Por isso fomos duas vezes rs

Em seguida fomos para o Reino do chocolate Caracol. Lá fazemos um túnel do tempo interativo sobre a história do chocolate e as crianças podem produzir seu próprio chocolate.

Finalmente fomos até o centro de Gramado passear na rua coberta e tomar um lanche na Casa da velha Bruxa. Ainda não tínhamos conseguido ir no centro e como todos diziam que não podia faltar uma foto na rua coberta fomos lá tirar.

Último dia acordamos mais cedo pra aproveitar mais. Tomamos café e saímos direto pro Parque Terra Mágica Florybal pela segunda vez.
Chegamos direto na casa da Fada pra conversar com ela e fazer a pintura, aí depois seguimos pela rota certinha do parque. Como eu falei antes o lugar é encantador.
O parque é bem grande então demora pelo menos 1h30 pra dar a volta parando nas atrações e brinquedos.


image

Dicas gerais:

1- a grande maioria dos restaurantes vem buscar e leva de volta para o hotel.
2- o parque Terra Mágica Florybal e o Play House Florybal também buscam e levam no hotel ou em qualquer loja da Florybal.
3- o Bustour não vale a pena pra quem quer realmente aproveitar os parques porque ele demora muito e tem muitas paradas, acaba perdendo tempo. Use uber ou alugue carro.
4- desistimos do passeio de Maria fumaça em Bento Gonçalves por ser uma cidade mais afastada e pelo passeio focar mais em vinícolas onde as crianças ficariam entediadas.

Restaurantes:

Cantina de Vícolos
Comemos uma brusqueta de entrada, um tortelli recheado com moranga e noz moscada  e acompanhado por um vinho da região uva Tanná. Tudo simplesmente divino e serve super bem.

Pizzaria Cara de Mal
Lugar fora do normal de tanta animação.
Todos os garçons vestidos de piratas incorporadas. Sem contar a hora da balada pirata onde a alegria rola solta, com direito a brinde coletivo e show de pirofagia dos pizzaiolos.
E a qualidade da pizza não fica longe, massa fina, sabores inusitados e tradicionais, deliciosa.

El fuego
Fomos comer o tão tradicional festival de fondue. Começando pelo de queijo, depois de carne  a pedra e finalizando com o de chocolate Caracol.

Mamma Mia
Festival de massas e Galeto ao Primo Canto
Deus do céu, como comemos… não deixe de experimentar o molho de carne de panela.

Nossas dicas de livros para Gestantes no Diário de Gravidez de Juliana Goes

Gente!!! Já está online na bio da Ju Goes nosso segundo video o de selecionamos livros bacanas par vcs, gestantes e tentantes, poderem ler e terem muitas boas informações!!! 

A Ju Goes está de 30 semana de gestação da “fadinha” e no blog dela vc encontra docas bacanas demais, que vão desde alimentação saudável, beleza, saúde, até dezenas de dicas de produtos lindos e úteis que todas vão gostar

Nosso vídeo tá aki nesse link : 

http://www.julianagoes.com.br/livros-para-gravidas-juliana-goes-e-doula-adriana-vieira/

image


Aki, pra que, ainda não conferiu nosso primeiro vídeo falando sobre O Que É Doula? O que elas fazem e não fazem…confere lá com a gente!

https://youtu.be/LT3bXqOYWhI

image

E aki vc encontro o link pra comprar Livros  e Sling (carregadores de bebês)  com a gente: https://www.namaskaryoga.com.br/servicos/servicos/Produtos.html

image


Patrícia e Pedro ( 8 meses de muita alegria e 9kg de pura gostosura) estreando nosso novo sling para o verão 2018, em tecido leve eresistente!!! 

image

Nosso vídeo/paródia sobre Parto Adequado no jornal 👍❤️

image

E hoje, dia 18 de outubro, celebramos o Dia do Médico assim…com uma linda matéria que saiu no Jornal A Tribuna, de Santos, sobre uma paródia idealizada pela obstetra humanizada, Izilda Pupo, que teve essa ideia de parodiar a música de Anitta, a Paradinha, para “Agachadinha”, e essa equipe bacana adorou a ideia e lá fomos nós gravar e colocar online.

A ideia era mesmo espalhar ainda mais informações sobre o parto normal, natural, e seus benefícios, e que uma mulher grávida, pode sim agachar, abaixar e levantar….e que o trabalho de parto pode ser um momento deliciosos pra familia que se forma.

Leia a materia online Aki:

http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/santos/gravidas-e-equipe-medica-gravam-video-para-incentivar-o-parto-normal/?cHash=2ce10384b44ec5a68bd697013f6d533d

E assista ao video da “ Agachadinha” https://youtu.be/inBlBbuwCLI

Relato de Parto normal após cesária - Lidynalva + Sérgio = Miguel - 17/09/17

image
image
image

Semana Mundial de incentivo ao uso do Sling - outubro 2017

E por aki são anos e décadas de uso de sling, os panos carregadores de bebês!!! Sim, usava há 26 anos agrás quando tive minha primeira filha, depois usei com o segundinho e com a Dorinha, hj com 4 anos, usei até os 3 e sempre amamos.

image

E nessa semana especial tenho recebido muitas fotos lindas de mães, pais e avós com seus bebês nos slings! 

image

Adoramos quem usa e abusa dos slings - pois além de ser perfeito pra esse momento pós parto chamado exterogestação - os slings deixam os dois grudadinhos e bem seguros e são confortáveis demais para os bebês!
As amarrações podem variar e o ideal é vc aprender ao menos 2 ou 3 pra escolher!
Geralmente quem produz os slings ensina também a usar com segurança e nós produzimos há mais de 8 anos 😉

image

Uma das dicas que a gte por aki dá é começar a usar desde o primeiro dia após o parto, como a veterinároa Adriana Leão da foto 4 lá em cima de verde - Já saindo do hospital já colocou o Ivanzinho no sling. 

E olha só a mamãe  Priscilla Lucena -foto 1 - com sua Cecília slingando e criando! Treinando novas amarrações e com louvor! 

A vovó Lia tbém arrasou com seu netinho JP no sling… agora então com outros 2 netinhos chegando, o sling vai colaborar ainda mais 😉

E a família de Ana Paula Loubech que fez sua primeira viagem até São Roque, e o pequeno Miguel e ele ficou lá, no quentinho e protegidinho!!! 

É!!! Por aki a Semana de Incentivo ao uso de Sling acontece o ano todo! 

Namaskar Yoga incentiva o uso dos slings com segurança e muito conforto! 💜


Aki os papais de Laura: Deborah e Pedro! 👏👏👏👏👏👏👏

Social Mom Day reune cerca de 150 mulheres incríveis!!!

image

Foi num domingão ensolarado, e mais de 150 mães, mulheres, profissionais estaval lá em Itupeva, bem em frente ao Hopi Hari, no Hotel Quality Itupeva. Tudo muito bem organizado e repleto de palestrantes incríveis, mulheres que viersm passar suas experiências, nã o apenas profissionais, mas de Vida!!! 

Eu e minha querida amiga Vanessa Medeiros - que aliás, foi quem me convidou para o evento e sempre serei grata - nos divertimos muito durante esse lindo dia, mas nos emocionamos também bastante!

image


Foi um evento pra falar de blog, de melhorar conteúdos, visualizações e nos atualizarmos sobre as novas mídias, seus conceitos e nossa responsabilidade perante outras mulheres e mães que nos seguem! 

As palestrantes foram escolhIdas no capricho, pela querida Carla Falcão e equipe!!! 

Aqui um pouquinho de cada uma delas que ficará em meu coração, e saibam que estarei com vcs em todos próximos eventos! 

Carla Falcão- Blog aventuras de mãe

SImone Toigo - simine toigo

Lilian Ruas - Dicas para Festeiras

Viviane Ferreira - Vivificar 

Mariana Bastos -  marina bastos Historias

Raquel Bimashar - 


image
image

Aki as mamaes blogueiras:

Helena Sordilini - eu, ele e as crianças

FLavia Ferrari - a dica do dia 

Cynthia Le Bourlegat -  Fala Mãe 


image
image
image

E ao final do evento…quantos presentes!!! 

o que a Doula faz?

image

Pois é?! São tantas dúvidas…muitas ainda!!! 

Então recebi um convite delicioso, da minha querida colega de profissão Juliana Goes ( sim, nós duas somos jornalistas tbém) e nos reencontramos agora nesse lindoe novo momento da vida dela!!! A Ju me convidou pra gravar alguns vídeos, no Diário de Gravidez , e fizemos esse primeiro vídeo esclarecendo sobre a ocupação da Doula e outras dicas!!! 

Vai lá no Diário da Ju ver e ler mais…

http://www.julianagoes.com.br/o-que-e-doula-diario-de-gravidez


image
image

O que é o Plano de parto?

E pra que serve?
É um documento?

Bom, o plano de parto é sim um documento e serve para que a gestante e seu companheiro enumerem o que realmente desejam para a hora do trabalho de parto e o nascimento de seu bebê.
Lá o casal pode esclarecer o que querem que seja respeitado e quais são os principais pontos a serem respeitados.
Como doula, o que gosto muito de fazer as gestantes e casais que acompanho é conversar passo a passo sobre um modelo de Plano de Parto para que ambos possam saber todos os seus direitos e então depois dessa conversa e estudo com eles, peço que juntos façam o plano de parto deles e depois me entreguem e façam uma cópia para o hospital e outra para quem irá acompanhá- los no parto, seja o médico, a parteira, etc

Aki segue um exemplo
De Plano de Parto, lembrando que ele pode ser modificado de acordo com suas vontade e claro, possobilidades.

Modelo de Plano de Parto


“Estamos cientes de que o parto pode tomar diferentes rumos. Abaixo listamos nossas preferências em
relação ao parto e nascimento do nosso filho, caso tudo transcorra bem. Sempre que os planos não
puderem ser seguidos, gostaríamos de ser previamente avisados e consultados a respeito das
alternativas.

Trabalho de parto:

- gostaria de ter a presença de meu marido e doula,

- que não haja tricotomia (raspagem dos pelos pubianos) e enema (lavagem intestinal),

- sem perfusão contínua de soro e ou ocitocina, sem
Meu consentimento

- que eu tenha liberdade para beber água e sucos enquanto seja tolerado

- liberdade tbém para caminhar e escolher a posição que quero ficar

- liberdade para o uso ilimitado da banheira e/ou chuveiro

- que o monitoramento fetal seja apenas feito quando for essencial, e não contínuo

- analgesia: peço que não seja oferecido anestésicos ou analgésicos. Eu pedirei quando achar necessário

- que não haja rompimento artificial de bolsa


Durante o Parto:

- prefiro escolher as posições maia confortáveis

- prefiro fazer força só durante as contrações, ou quando eu sentir vontade,ao invés de ser guiada.

Gostaria de um ambiente especialmente calmo e silencioso nesta hora


- não vou tolerar que minha barriga seja empurrada para baixo

- episiotomia: só se for realmente necessário. Não gostaria que fosse uma
intervenção de rotina.

- gostaria que as luzes fossem apagadas (penumbra) e o ar condicionado
desligado na hora do nascimento.

Gostaria que meu bebe nascesse em ambiente calmo e silencioso.

- gostaria de ter meu bebe colocado imediatamente no meu colo após o parto
com liberdade para amamentar.

- gostaria que o pai cortasse o cordão após o mesmo ter parado de pulsar.

Após o parto:

- espero que aguardem a expulsão espontânea da placenta, sem manobras, tração ou massagens. Se possível ter auxílio da amamentação.

- ter o bebê comigo o tempo todo enquanto eu estiver na sala de parto, mesmo
para exames e avaliação.

- liberação para o apartamento o quanto antes com o bebê junto comigo. Quero estar ao seu lado nas primeiras horas de vida.

- alta hospitalar o quanto antes.

Cuidados com o bebê:

- administração de nitrato de prata ou antibióticos oftálmicos apenas se
necessário e somente após o contato comigo nas primeiras horas de vida.

- administração de vitamina K oral (nos comprometemos em dar continuidade nas doses)

- quero fazer a amamentação sob livre demanda, então,
em hipótese alguma, oferecer água glicosada, bicos ou qualquer outra coisa ao bebê

- alojamento conjunto o tempo todo. Pedirei para levar o bebê caso esteja muito cansada ou necessite
de ajuda

- gostaria de dar o banho no meu bebê e fazer as trocas (ou eu ou meu marido)

Caso a cesárea seja necessária:

- exijo o início do trabalho de parto antes de se resolver pela cesárea

- quero a presença da doula e de marido na sala de parto

- anestesia: peridural, sem sedação em momento algum

- na hora do nascimento gostaria que o campo fosse abaixado para que eu possa vê-lo nascer

- gostaria que as luzes e ruídos fossem reduzidas e o ar condicionado desligado

- após o nascimento, gostaria que colocassem o bebê sobre meu peito e que minhas mãos estejam livres para segura-lo

- gostaria de permanecer com o bebe no contato pele a pele enquanto estiver na sala de cirurgia

- também gostaria de amamentar o bebê e ter alojamento conjunto o quanto antes

Agradeço muito a equipe envolvida e a ajuda para tornar esse momento especial e tão importante para
nós em um momento também feliz e tranqüilo como deve ser.

Muito obrigada,

Local e data completa

Assinatura dos pais

Assinatura do médico obstetra

assinatura do pediatra - caso leve o seu pediatra pro parto

Assinatira da Doula

Encontro para mães e educadoras traz Betty Monteiro da “Pais e filhos” - Bragança

image

Eu estive presente no primeiro encontro, ano passado, promovido pela Vivian Ferreira, e foi simplesmente excelente, com a presença de um dos pediatras mais aclamados no Brasil, Dr Jayme Murahovschi, que é grande incentivador da amamentação em nosso país.

Quando a Vivian me falou que esse ano faria novo Encontro, eu logo garanti minha vaga e também fiz questão de ser uma das apoiadoras e incentivadoras do evento, pois sei o valor que tem organziar bem alog e trazer gente de qualidade pra falar de assuntos que ajudam outras mães, pais, educadores, etc

E cá estamos!!! 

image

SOBRE O EVENTO!!!

QUEM TEM FILHOS CONHECE BEM ESSAS CENAS.

Filho que faz birra, rabisca paredes, aquele que não quer comer, menino que fala muito palavrão, criança que não quer sair do vídeo game e criança que não divide os brinquedos, crianças obesas, entediadas, sem limites … e por aí vai.

Falta de tempo, correria, excesso de trabalho, falta de dinheiro, medo de sair na rua com tantos assaltos, esses são alguns dos problemas enfrentados pelas mamães modernas.

O QUE FAZER? Como criar filhos diante de toda essa realidade?

Dia 28 de outubro, vamos descobrir juntas o que fazer?

Qual o melhor caminho a seguir?

CONTAREMOS COM A AJUDA DE BETTY MONTEIRO.

Elizabeth Monteiro é pedagoga, psicóloga, escritora e colunista da Revista Pais & Filhos.

Há décadas dedica-se a defender a qualidade de vida das crianças dentro de suas famílias e da sociedade. Como uma das profissionais mais requisitadas quando o assunto é “Pais e Filhos”, Betty se transformou em consultora dos principais meios e veículos de comunicação de todo o Brasil.

Estamos preparando um evento para as mães, vovós, babás, professoras, tias…os pais também serão bem vindos.

Acreditamos que a informação é o melhor caminho para nos ajudar nos cuidados com nossos filhos.

Esperamos vocês!

E Para OS AMIGOS E ALUNOS DA NAMASKAR YOGA HÁ UM DESCONTO ESPECIAL NA COMPRA DO CONVITE

Entre nesse link e saiba mais: 

https://www.sympla.com.br/2-encontro-de-maes-mamae-levada__170964?d=AP.AdrianaNamaskar

Bora lá?!!! oportunidade boa demais!!!

Aki vcs participam do evento criado pela Mamãe Levada, lá no facebook

https://www.facebook.com/events/109663996410580/?ti=icl

 Até lá!!! 😘🍀❤️👶🏼


Curso pra Gestantes em Santos - gratuito - Shantala, amamentação, nutrição e mais...

image

E lá se vão…mais de cinco anos de parceria entrea a Namaskar Yoga e a Clínica Mar Saúde em Santos, promovendo saúde e infromações aos casais que fazem esse belo curso, gratuitamente em Santos.

Todo mês uma niva turma e cada um dos 5 profissionais ensina suas técnicas e  muito do que os pais precisam aprender antes de seu bebê nascer.

Estarei por lá ensinando a Shantala, uma massagem bem especial para os bebês!

E dicas de como dar um banho de ofurô correta e seguramente! 

Faça sua inscrição e aproveite todas as informações!!!

Até lá!!!

Adriana Vieira Schaap - Doula, instrutora de yoga e shantala, educadora perinatal e palestrante.

Banho de ofurô e Shantala, duas técnicas deliciosas que os bebês agradecem - Por Adriana Vieira Doula - bebê Lorenzo 😇

image

E esse foi o primeiro banho do Lorenzo, agora com 15 dias de vida, e parece que ele curtiu de montão!!! Papai Fabio e mamãe Ana Paula vivem a experiência da maternidade/paternidade pela segunda vez, e eu os acompanho por todo esse tempo…com muito carinho e honra!!! 

O irmão, promovido agora a mais velho, Miguel, também já curtiu um ofurô tempos atrás, mas nesse dia estava lá no chuveiro cantando, enquanto eu os ensinava a dar o ofurô!!! Um figurinha, que conheço desde a barriga 😇

Banho de ofurô: 

Já escrevi aki no blog e em outras colunas e sites pra pais, sobre os benefícios desse delicioso banho, e cada vez mais outras doulas, pediatras e mesmo outros profissionais estão aprendendo e ensinando a dar  esse banho terapeutico, que  ajuda a relaxar, a diminuir dores, cólicas e deconforto. O ofurô relembra as sensações que o bebê sentia no útero, o que lhe traz segurança, conforto…

Pra saber mais sobre esse banho assista ao video completo lá em nosso canal do you tube: https://youtu.be/kLQEymxDTl0

E mais… a Shantala é também um grande aliado da mãe, do pai e dos bebês. É uma técnica deliciosa, que tem uma ordem correta pra se fazer e os bebês amam!!! Aki também vc lê a matéria completa :

https://www.namaskaryoga.com.br/blog/files/21b4484eed3f8faecc158224b445cc85-151.php

e pode ver o vídeo aki: https://youtu.be/5947wV-38MY

image

Então papais, mão a obra, pois temos bastante a aprender nesse mundo de “paternidadee maternidade, e nada de desespero…vamos tendo experiências e assim, aprendizados! 

Como doula gosto de ensinar muito do que os pais precisam saber, não apenas sobre o parto, a gravidez, o parir e o nascer! São importantíssimos esses passos, claro! Mas depois vem o dia a dia e a correria com o bebê no pós parto, então é importante demais saber sobre a Shantala, ofurô e asuntos como Slings, os carregadores de bebês, que fazem bem demais pra eles, e para os pais tbem!!! Outros assuntos bem importantes: amamentação, o puerpério, e a exterogestação!!!

Bom, mas fica pra outro post, que esse aki eu quero terminar com a mamãe slingando, e Lorenzo curtindo nosso sling, produzido com tanto amor , segurança e carinho!!!

image

 E claro, nossos lindos momentos no parto maravilhoso que a Ana paula e o Fábio consquistaram dessa vez: na banheira, num parto natural hospitalar em Santos!!! Parabéns a essa linda família!!! vcs são demais 💟

image
image

Dia 9 de setembro - Feliz dia do Veterinário - O Parto da Gata Chuva

E ela deu cria…e me ensinou ainda mais….

Sim, nossa gatinha Chuva deu cria nesse dia 2 de setembro, e três lindos filhotinhos nasceram: coffee, milk ou Olaf ( não sabemos ainda se é fêmea ou macho) e chocolat, e foi no amanhecer do dia, sozinha, fez tudo, lindamente….

Como doula pude aprender tanto com ela, e observando a natureza, a beleza do instinto, do que acontence, seu ritmo, seu tempo, seu poder de fêmea…

Como instrutora de Yoga, esse fato me fez relembrar, uma das primeiras aulas de ásanas que tive, com um professor maravilhoso, e que ele falava…na dúvida er um ásana (postura de ioga) observe a natureza, suas sensações, e se permita…

Então, a natureza, sempre a natureza!!! Porque somos parte dela, criação dela, e nem sempre temos tempo de voltar à ela e observá-la….

Vamos ao parir de Chuva, nossa felina linda…

5 da manhã ouço uns gemidinhos, bem de longe, mas diferente de quando ela quer comer ou sair de casa….uns gemidinhos diferentes…e fui ver o que era…
Procurei, procurei…meu marido também ouviu e se levantou….
Fomos seguindo seu miado, e chegamos ao quarto de nossa filha, e lá estava ela….dentro da cômoda de roupas, lá no alto, dentro da segunda gaveta ( são cinco) e abrimos bem devagarinho…já haviam nascido dois deles…e o terceiro estava por chegar…
Observamos de longe, quietinhos e tudo…atentamente…


Ela sentia as contrações e ajudava, fazia a força e então, quando as contrações paravam, ela se aquietava, se recuperava….
Nasceu o terceirinho…ela lambeu, lambeu, os limpou…e se limpou.
Depois, lindamente os aconchegou e por ali, quietinha, juntamente com eles, os esquentou, os amamentou e se aquietou.

Hoje faz uma semana que eles chegaram…e só tenho aprendido com ela, com eles…e aprendi muitas peculiaridades que já incentivava as mulheres, as gestantes e as puérperas a fazerem….mas como nem sempre o que a gente fala ( mesmo como profissionais) é ouvido, dou uma dica para as mulheres mais uma vez: observem a natureza e os outros mamíferos.
Porquê? Porque temos a sabedoria interna…instintiva e milenar já dentro de nós…
A mente racional pode estragar tudo
O pensar demais,
O querer controlar
O querer estar a frente de tudo, conduzir, manipular…
Não, não pode ser assim no parir…
Parir é sentir, intuir, deixar fluir
É se perceber, suas virtudes e conquistas, e também seus limites: aceite-se e progrida se quiser, mas o parto é seu, o corpo é seu, e só vc pode conquistar isso!
Nós profissionais que damos assistência ao parto e nascimento podemos sim colaborar, ensinar, preparar a mulher e seu companheiro para essa linda jornada, mas a caminhada é SUA, e o Corpo e a Mente também são seus….apodere-se de Si mesma, e faça como Elas…as fêmeas….acredite em Vc, em seu poder e faça acontecer!!!

E voltando ao parir da Chuvinha….o que ela precisou para parir?
Tudo aquilo que nós doulas indicamos também para as mulheres:

1- privacidade, um local na penumbra, silenciosos e seguro;
2- sentir seu corpo e o puxo;
3- agir a favor da natureza…pois o corpo já faz o que precisa;
4- pensar menos racionalmente, para agir mais instintivamente
5- saber do poder que todas nós temos de : gerar, parir e nutrir

E no pós parto? Como vocês acham que ela se portou?

JA fêmea fica o tempo todo com sua cria…alimentando e os protegendo do mundo afora, enquanto crescem e se fortalecem.
Foram 3 dias inteiros ao lado deles, dentro de uma caixa, amamentando e os mantendo quentinhos e quietos.
O macho não podia nem chegar perto…ela deixou bem claro que precisava estar ali, e ali ficou.
Fiquei preocupada porque ela não sai de lá nem pra comer, e uma amiga querda, veterinária, a Adriana Leão, me explicou que elas comem a própria placenta e então podem ficar alguns dias sem outros alimentos.
Depois resolvi por uma comidinha pra ela, bem pertinho e ela aceitou…mas era assim, comia e voltava pra perto da cria!

Nós também respeitamos muito esse momento entre eles, e ensinei minha filha a importância de não pegar os filhotinhos, mesmo que fosse somente pra acariciar, pois ele precisavam agora só da mamãe mesmo! Ela entendeu….

Somente hoje, depois dessa primeira semana é que ficamos surpresos com eles abrindo os olhinhos e oa seguramos pra tirar essas fotinhos…

Mas percebemos que no pós parto, também precisamos, e muito, aprender com os outros mamíferos….priorizar

Contato mãe e bebê, isso é o mais importante pra ambos, após o nascimento,
Amamentação exclusiva e em livre demanda, isso significa não priorizar visitas, atender telefones e outras pessoas…dar tempo para mãe e para o bebê ficarem juntos
O bebê necessita o cheiro e o calor do corpo da mãe, isso é vital e fundamental. Gatos não ficam mimados com colo da mãe, bebês também não,
Nenhum outra espécie acha o choro ( miado, latido, etc) de seu bebê estranho, eles vão se conhecendo e se entendendo
Nenhum outro mamífero dá chupeta ao invés do peito
Nenhum outro mamífero da mamadeira ao invés do peito

Ah! Ok, somos mais inteligentes!!!
Tenho minhas dúvidas….

Acho que temos realmente muito o que aprender com ELAS, ter essa humildade, para o benefício da própria humanidade e nosso desenvolvimento saudável!!!

Nascer com respeito - ponto de vista de uma doula

Nesse mês de agosto em especial, completo 12 anos que conheci o mundo do yoga pré natal, e em setembro serão 8 anos trabalhando com partos e nascimentos, como doula…e educadora perinatal…e em busca de ver nosso Brasil celebrar nascimentos respeitosos, amorosos…seja no ambiente que for: hospitalar, domiciliar.


O que aprendo e aprendi com isso tudo… quase 500 partos que assisti? E com o meu parto normal após duas cesárais…

Muito, muito, muito…

Muito sobre o amor, a paciência, respeito, as dificuldades, o passar de seus próprios limites, sobre a união, o contato com o feminino, sobre experiências ùnicas…

Que cada parto é um parto, e todo casal, todo bebê e toda história familiar é diferente, única, especial e necessária pra cada um de nós envolvidos nesse contexto…

E aprendi mais…

Que os casais bem informados podem fazer suas escolhas de acordo com sua maneira de viver, seus ideiais….

Que as doulas devem levar informações úteis ao casal, dar apoio e segurança, mas não opinar por eles…

E.que flexibilidade e doação são fundamentais…

Que equipes que assitem partos devem ter pessoas preparadas fisica e mentalmente pra apoiar o casal grávido e a gestante, tanto nas horas felizes  quanto nas difíceis…

E médicos, enfermeiras, técnicas de enfermagem e doulas são profissionais que deveriam amar realmente o que fazem…

Que mulheres em trabalho de parto deveriam deixar a intuição falar mais alto que a razão…e deveriam se preparar pra entrar em contato com o feminino mais sagrado e profundo…

Que os companheiros entedessem o quão importantes são pra suas  parceiras e o quanto a força do masculino as ajuda em trabalho de parto…

E que um bebê sabe nascer…se deixarmos ele agir…

E o quanto corpo e mente são uma coisa só…


image

Esse mês acompanhei 5 partos…e talvez mais um bebê ainda chegue hoje ou amanhã, nunca sabemos a hora que querem chegar, mas o que me encanta é isso também…esse inesperado!!! 😇

E assim foram os partos: um trabalho de parto foi curto e nem tão dolorido, o outro foi longo e não nasceu naturalmente…um terceiro foi bem puxado e uma nova mulher nasceu, uma outra teve uma cesaria de emergência e está longe de seu bebê que ainda recebe cuidados na UTI, e uma outra nasceu naturalmente e tão facilmente! 

Mulheres, vidas e experiências de partos diferentes,  contextos diversos, cada companheiro também tem suas peculiaridades e expectaticas, bem como seus bebês…que refletem tudo isso….

Um parto deveria servir para pudéssemos nos rever e nos entender ainda mais e melhor, pois é um rito de passagem, da mulher, de filha para Mãe, bem como do companheiro…de filho para Pai. 

Ao meu ver é nosso maior momento de mudança e grande oportunidade de nova consciência e maturidade.

Aproveitem muito desse momento divino e especial e procurem informações corretas pra minimizar medos e ansiedade…e curtam bem a gestação, o parto e a maternidade consciente!!! 

Agradecimentos especiais aos protagonistas desses partos: 

Janaiana e Luiz, pais de Liz;

Thaisa e Felipe, pais e Pedro;

Andrea e Wagner, pais de Isabela;

Mariana e Guilherme, pais de Murilo;

Patricia e Mauro, pais de Rafael. 

🙏🏻😘🍀😇❤️

* ministramos cursos de Preparo oara o Parto, presencial e online (zap 13 997876693)

Quer saber das taxas de cesariana de seu médico?

Dá pra saber sim!!! 

Ontem fizemos uma “LIVE” no face e instagran e falamos muito sobre o parto respeitoso, amoroso, humanizado e adequado…sobre ter um preparo para o parto e também sobre a escolha de uma equipe que respeite suas vontades!

E no Brasil sabemos que ao iniciar uma gravidez, 90% das mulheres iniciam esse período com vontade de ter um parto normal, e com o passar do pré natal esse índice cai abruptamente ( chega a menos de 40%) e  que a maioria dos obstetras aqui no Brasil ainda desencorajam as mulheres a aguardar o “trabalho de parto” e um parto natural ou normal….

Essa triste realidade nos deu o “recorde”  de país com o maior número de cesárias desnecessárias do mundo, em 2009 e nosso governo teve que repensar as  diretrizes em relação à saúde da mulher e do bebê, devido a esse triste indice.

Pois bem, desde então temos mais leis a nosso favor, como a que não permite mais marcar uma cesária antes da mulher completar 39 semanas ( mas que ao meu ver deveria ser uma lei ora que todas as mulhers em condições saudáveis deveriam entrar em trabalho de parto) e temos uma Resolução da ANS (06/07/2015) que OBRIGA os planos de saúde fornecerem para todas as usuarias de seu convênio, as taxas de cesarias do plano e dos obstetras conveniados nesse plano. 

image


A advogada Alessandra Kauer, de Santos, está grávida e foi atrás das informações e obteve: “ Consegui ver pelo site do meu plano de saúde. Coloquei o número da carteirinha, senha, e tem várias informações sobre o plano, inclusive onde procurar os médicos. Lá tem uma aba que permite consultar sobre os médicos e as taxas de parto normal e cesariana”, afirma a gestante, que depois dessa consulta procurou uma nova médica pra fazer seu pré natal, já que quer um parto normal e está se preparando pra isso.


Aki vc encontra a resolução da ANS na íntegra:

http://www.ans.gov.br/planos-de-saude-e-operadoras/informacoes-e-avaliacoes-de-operadoras/taxas-de-partos-cesareos-por-operadora-de-plano-de-saude

Mas lembre-se que os convênios não estão acostumados ainda com essa resolução, emtão paciencia e insistência são necessárias. 

Tenha em mãos o nome completo de seu médico/a e o ligue pra operadora ou mande um mail. Eles têm o prazo de até 15 dias pra te retornar.

Se seu médico não atende seu plano, mas é conveniado a outro plano, vc pode ligar nesse plano que ele é convenidao.

Lembrando ainda que a taxa que o plano irá te fornecer refere-se ao percentual de cesária daquele ano e apenas daquele plano, ou seja, se ele/a for conveniado a outros planos, a taxa pode mudar 👀

Caso seu médico/a não seja conveniado, é importante saber nos hospitais que trabalha se ele/a só marca cesaria  ou se costuma fazer partos por lá.

Outra dica é conversar na sala de espera e perceber se a maioria das mulheres que estão lá na consulta pós parto tiveram cirurgia ou partos vaginais. E ainda, uma outra dica é perceber se sua consulta às vezes é desmarcada, porque o médico/a está com alguém em trabalho de parto 😉

Algumas cidades, as próprias mulheres oesquisaram e fizeram uma lista com o nime dos médicos/as e suas taxas de cesarianas e parto normal…fica ai a dica pra Vcs!!!

Bora fazer uma lista em sua Cidade? 

Aki algumas que já foram feitas: http://emais.estadao.com.br/blogs/ser-mae/mulheres-divulgam-listas-com-os-indices-de-cesareas-de-obstetras-que-atendem-parto-pelos-planos-de-saude/

Dia da gestante é dia de informações! Confira tudo que preparamos pra  Vcs

Dia da Gestante - Relato Parto hospitalar - Andiara

Meu primeiro parto foi muito doloroso! Em todos os sentidos! A médica q me acompanhava dizia q a única certeza q temos é de uma cesárea! “Vc só sabe se terá condições de um parto normal na hora”, ela dizia. Mantive meu plano de saúde, pois julgava q com um convênio seria mais bem atendida na hora do parto! Mero engano… fui para o hospital para ganhar com o plantonista. Estava assustada, com medo, sozinha… enfermeiras entravam e saiam e não me falavam nada! A médica em nenhum momento pediu ou me explicou qq ato q fosse realizar, mesmo sempre tendo q colocar a mão no meu corpo. Cheguei no hospital c/ 5 de dilatação e tão logo me internaram, já me deitaram na cama e me colocaram no soro. As enfermeiras disseram p/ minha mãe q me acompanhava no corredor q ficasse “tranquila”, pois eu iria passar o final da noite e madrugada ali, afinal embora a dilatação, contração, estivessem acontecendo junto de forma ritmada e diminuindo c/ o tempo, era minha primeira filha e partos demoram no mínimo 8h! 30 minutos depois perceberam q eu não passaria daquele dia (minha filha nasceu menos de 3 horas depois da internação)

A médica veio me examinou sem pedir e ainda disse q eu deveria fazer força “embaixo”, pois “o q vc esta fazendo não serve p/ nascer nem um passarinho”… saiu da sala e voltou paramentada. Eu ainda estava no quarto c/ 9 dilatação qdo a médica estourou minha bolsa sem falar nada! Eu apenas vi ela colocando a imensa “agulha” ao lado da cama depois de usá-la. Veio uma dor muito forte e a médica disse “agora vc espera e não faz força pq temos q chegar ao centro cirúrgico”. Trouxeram uma maca e mandaram eu sair da cama e deitar nela. E entrando no centro cirúrgico q eu saisse dela e deitasse naquela mesa fria, gelada, colocasse as pernas para cima e então fizesse  força p/ minha filha nascer. A médica então me fez aquele corte horrível no períneo e logo após minha filha nasceu…

Não bastasse toda a mistura de sentimentos: estava triste, com medo, vazia, me sentia violentada e pensava “isso é ter um filho por parto normal??

 Deveria ter feito cesárea…” Logo após o nascimento dela eu comecei a me tremer toda! Não era frio, mas me trouxeram cobertores e uns 10 minutos depois, me “apresentaram” minha filha já td embrulhada (eu tbem, debaixo daqueles cobertores) e então, a levaram p/ o banho, me entregando ela mais de 1h depois… meu 1° contato c/ ela foi apenas  visual e por alguns segundos… isso eu não desejo p/ ninguém!!!

No meu 2° parto eu já tinha ouvido falar de doula, parto humanizado e comecei a ir atrás de informações! Não tinha convênio e comecei a buscar hospitais públicos que “oferecessem” um parto mais humanizado! Queria esclarecer as dúvidas, perguntei e nesse meio encontrei a Adriana Vieira, da Namaskar Yoga. E lá fiz curso com meu marido, de Preparo para o Parto, participamos de encontros como as Rodas p Gestantes, e até festas juninas, etc

Já estava resolvida q queria alguém comigo, q aliviasse minhas dores, mas q antes de qq coisa estivesse ao meu lado! Qdo ela disse q acompanhava partos em casa me apaixonei! Então, fui p/ um hospital público e já me internaram pois estava c/ 5 dilatação novamente. A médica disse q só me colocaria no soro se eu quisesse. Pude ir andando para a sala de parto, onde fiquei a vontade, entre o chuveiro (que p/ mim foi maravilhoso) e o quarto! Eis q uma enfermeira obstetra vem me examir e diz “mãezinha, qdo a contração diminuir e vc puder ajudar eu te examino”… escutar isso foi a glória, parecia q eu estava no paraíso! E assim foi qdo ela terminou de examinar e disse “vc esta c/ quase 8. Vou marcar no prontuário e mais ninguém vai te examinar”. Nem parecia q eu estava num hospital público! 

O tempo das contrações foram diminuindo e eu voltei p/ o chuveiro. Deitei no chão do banheiro já sentindo meu quadril se dilatar. A Adriana foi colocando umas mantas p/ q eu deitasse qdo escutei o pai da criança gritar em tom assustado “vai nascer! Cade a médica?” (hoje, risos meus dessa frase). Esta chegou e perguntou se eu queria levantar e ir para a cama e eu apenas balancei a cabeça negativamente pensando comigo “daqui só saiu qdo ela nascer”, tempo este q demorou até a próxima contração. Qdo esta começou eu senti minha filha saindo, mas não tive dor alguma nesse momento. Tão logo ela saiu e eu já a senti no meu colo!! 

A médica deitou-a em meu peito no segundo seguinte!!! Passado alguns minutos o pai foi convidado a cortar o cordão umbilical e logo após eu me levantei e fui para o quarto, onde minha filha começou a mamar!!! 

Senti dores? Senti, mas fui muito feliz no meu parto!!! E espero q todas as outras mulheres possam ter experiências tão maravilhosas qto… cada uma a sua, em especial!! 

Gratidão a todos os q participaram desse momento maravilhoso para mim!

Older Posts

Newer Posts

Custom Post Images